28 janeiro, 2016

Serial Killers - Anatomia do Mal



Entre na mente dos psicopatas. O dossiê definitivo sobre assassinos em série. O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose, de Alfred Hitchcok), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme). Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria?
As respostas estão no novo lançamento da editora DarkSide Books: Serial Killers – Anatomia do Mal, dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história. Escrito por Harold Schechter – que pesquisa o tema há mais de três décadas e já publicou, inclusive, a biografia de Ed Gein, Deviant (1998) -, o livro é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia.
Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, Serial Killer, Anatomia do Mal abrange desde a criação do termo serial killer no início do século 20 até o fascínio exercido por matadores seriais na cultura pop (cinema, música, literatura).
Com clareza, ritmo e muita informação, Harold Schechter traça perfis psicológicos impressionantes de criminosos que desafiaram a polícia, viraram notícia e continuam a nos assombrar nas telas da TV e do cinema.
Além de Ed Gein, a galeria de personagens sinistros inclui o cannibal Jeff Dahme, que chegou a matar e devorar uma pessoa por semana no verão de 1991; a ex-prostituta Aillen Wuornos (inspiração para o filme Monster), que, depois de confessar seis assassinatos, pediu para ser condenada à morte para interromper a matança; o assassino Zodíaco (cuja verdadeira identidade é desconhecida até hoje); Charles Manson, o lunático que comandou o assassinato da atriz Sharon Tate em um ritual macabro; e Green River Killer, principal assassino de prostitutas da história, só capturado pela polícia com a ajuda de outro serial killer.
Em Serial Killers, Anatomia do Mal você vai descobrir como eles matam e por que eles matam. Por prazer, dor, amor ou desespero. Por conta de famílias desfuncionais e infâncias perturbadoras. Em nome do demônio ou para o jantar…
Histórias reais, assassinos reais, de uma maneira que você nunca viu, estudados com profundidade, rigor científico e conhecimento psicológico. Um livro que vai atrair a atenção dos fãs das séries CSI, Dexter, Criminal Minds e do Canal Discovery Investigation e de todos aqueles que que querem entender o que se passa na mente dos assassinos mais temidos e cruéis de todos os tempos.



Queridos,

Eu levei, aproximadamente, 3 meses para ler esse livro.

Explico o porquê: eu não costumo ler um livro até o final para começar outro. Leio vários livros ao mesmo tempo, e pego-os de acordo com minha vontade do dia.

Quem me conhece bem sabe como amo o estudo das mentes, vou desde a genialidade, parapsicologia, até as mentes deformadas dos psicopatas. O que leva cada mente a sair do padrão que temos como referencial sempre me motivou. Leio muuuuuuuuuuito sobre o assunto e, este livro, para quem gosta é abusadamente bom!

Se o livro é tão bom, por que não leu numa tacada só?

Porque é um livro com muito recheio, como você vai poder ver em algumas das fotos abaixo. As histórias são múltiplas, assim como são múltiplas as facetas do mal. 

Leio uma história, vejo as ricas ilustrações do livro e me demoro divagando... demoro construindo (sim, sou Construtivista) desconstruindo e reconstruindo meu conhecimento a partir das experiências de livros (ou de vida) adquiridas anteriormente.

Cada centavo que você investir nesse livro, vai ter valido a pena!
Espero conseguir demonstrar isso porque, acabei nesse minuto, fotografei, montei as fotos (olhando bem agora, achei cafona... mas tá feito!) e estou toda "serelepe" escrevendo a resenha.

Todas as informações vêm numa vez só na minha pobre mentezinha pequena (HD antigo) e tento passar sem o caos (que pra mim funciona perfeitamente) em que meus pensamentos se encontram.

Eu tive dúvidas que eu mesma respondi, abaixo (sim, converso comigo e com minhas cachorras, que também tiram minhas dúvidas).

Enfim, se eu disser SURTEI, parece marketing barato do próprio blog... mas a realidade é mais do que um marketing barato?
Recontar a sinopse me parece redundância demais da conta, então, vou tentar "sair da caixinha":

O livro vem com essa delícia de faixa, que já dá um certo calafrio gostoso na barriga quando você tira pra começar a leitura:

Assim que vi o sumário, todo dividido em temas tão interessantes e em espiral de conhecimento (do menor para o maior - desde o que significa "serial killer" e suas definições e diferenças de outras patologias, até estudos de caso!!!!).


Já gastei um tempo considerável vendo tudo o que o livro me oferecia... e fui dar a folheada básica.

Deparei-me com textos já marcados na impressão (eu sou maluca por isso! amo! amo! amo!) e amei essa inovação. Ninguém pode me xingar por marcar meus próprios livros com "amarelinho" (marca texto) porque esse já vem marcado e se está impresso é chique, se eu marco, sou débil mental estragadora de livros.

Eu não marco livros comuns. Márcia Cogitare me deu uns marcadores lindos que podemos grudar e desgrudar sem prejuízos para as páginas... mas um livro de estudo, adoro marcar e colocar ao lado minhas impressões pessoais (esperando as pedras dos amiguinhos).

Bem, há quem possa achar o livro desorganizado. Não achei! Talvez por ter lido sem querer saber o final... talvez porque já sabia que o final era asqueroso e o que eu mais queria era saber o que levou alguém a colocar um final assim numa história real.

Fiquei envolvida demais com algumas histórias... não tem como não chorar, não se desesperar em alguns momentos e se enojar em outros. Não tem como a cabeça que começou a leitura ser a mesma ao final. O livro traz partes bem mórbidas.

Preciso dizer que achei Harold Schechter um tanto quanto repetitivo em algumas histórias e bem  sensacionalista, mas ainda assim eu daria cada centavo pelo livro. 

Discordei de algumas coisas que o autor disse (poucas) mas pensei a respeito delas e formei, reformei ou só recordei minhas opiniões com base nos meus e em outros estudos.... e eu daria cada centavo cobrado para ter esse livro.

Nada é fechado nessa área! Ela ainda é aberta a muitas elucubrações e novos resultados em estudo. Discordar não torna esse tipo de livro ruim... só torna o diálogo entre o autor e a gente, mais interessante.


Eu alucinei com esses estudos de casos que o livro traz (34 análises, ao todo) e com toda a ilustração (ora fotos originais, ora desenhos) que o livro traz....




Não vou colocar trechos desta vez, porque acho que as fotos que deixei são quotes, não são?

Termino com uma mini entrevista de mim para mim mesma, sobre as dúvidas que supra citei:

Você acha que esse livro é para que público?
Profissionais da área podem não ter grandes surpresas ao ler o livro, mas não tenho dúvida alguma de que todo fã e estudioso amador do gênero vão achar o livro incrível. Acho que quem não gostar, talvez precise refazer a estratégia de leitura... e ver a abordagem com outros olhos.

Com relação às suas expectativas, elas foram alcançadas?
Mais do que isso. Foram superadas e isso é raro!!!!

Você trocaria ou venderia esse livro? Lembra que prometeu a si mesma desapegar?
nem fXXXendo!!!

Achou falhas no livro?
Não, cacete! Já falei acima que vale cada centavo!

Mas você (nós) disse que achou que o cara se repete e que discordou em alguns aspectos...
Controvérsias e falhas são coisas diferentes. E não pontuo algumas redundâncias como falhas.

Você achou o livro dinâmico?
Muito! As histórias, as ilustrações, os ensinamentos, as conclusões e os estudos analíticos não deixam margem à monotonia.

Que conselho daria a quem achou esse livro cansativo?
Leia em doses homeopáticas. Esse livro  não é um livro com começo, meio e fim, da maneira rotineira que se encontra na maioria dos livros. Ele possui vários começos e fins e possui os passos que levaram ao começo e ao fim, então... é preciso saborear a leitura.

O que se passa na sua cabeça nesse exato momento?
Estou com fome.
Dark Side, eu te amo!
Aquele que com ferro fere, com ferro será ferido!

Melhor terminarmos....
Fui!








PS.: Possíveis erros gramaticais ou ortográficos serão corrigidos em minha releitura




29 comentários:

  1. Aaah que livro maravilhoso! Acertei em cheio ao colocá-lo na minha lista há alguns dias, porém ainda não o comprei porque gastei meu dinheirinho em outros livros da Dark Side- "O Demonologista" e "A Noiva Fantasma", li a sinopse dos dois e de outros e só com isso, além das capas lindas, me conquistaram. Por enquanto não tive tempo pra ler nenhum deles porque estou lendo "O Diário de Jack, o estripador". Mas logo mais, pretendo ler o "Serial Killers- Anatomia do Mal" *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha respondido um monte de coisas e não sei o que o Google fez com minha resposta! Isso não se faz, meu rapaz!!!
      O fato é que eu disse que tava louca pra ler "O Diário de Jack, o estripador. Me diz depois se é bom!?
      ÊÊÊ.... gastar com Dark Side é gastar certinho....rs
      beijocas, coisa linda!
      ;)

      Excluir
  2. Sua resenha está simplesmente maravilhosa! Todo o cuidado que você teve com o post já me deixou inspirado para poder ler a obra, a edição com essas ilustrações macabras e uma capa digna da DarkSide já me deixa aflito kkkkk Sim, estou muito ansioso p/ ler, irei seguir suas dicas. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dan Igor,
      Seu comentário me deixou motivada, encantada, abobalhada...
      Que lindo é você!
      Obrigada! Muito feliz que tenha gostado!
      beijoconas

      Excluir
  3. Telma, vi outras resenhas deste livro, mas essa é de longe a melhor e a mais humorada!
    Ri demais com a entrevista doida.
    Abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Vinny!
      Eu tô rindo de você rindo da nossa entrevista (minha comigo)
      Abração em você também. :)

      Excluir
  4. Só para você saber que depois de reler sua resenha fui ao site do Submarino e comprei o livro.
    Vou deixar o link abaixo porque tá na promoção.
    Valeu a recomendação.
    beijo

    http://www.submarino.com.br/produto/113983066/livro-serial-killers-anatomia-do-mal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. WOW! que bacana!!!!
      Assim que o tiver em mãos, sei que vai concordar comigo que é bom.... e caraca! que promoção pra lá de boa você encontrou!
      Depois quero sua opinião, ok?
      Beijo
      :)

      Excluir
  5. Telma, agora você se superou!
    Estudos de caso eim... fiquei maluquinha aqui querendo esse livro.
    A parte que disse sobre "fim", ninguém é igual, portanto o mesmo problema nunca vai se manifestar do mesmo jeito, nunca terá um fim devido a indeterminação, não há como catalogar todas as ações do ser humano (imprevisão sempre). E, esse tipo de assunto é ótimo, e realmente só tem a acrescentar conhecimento, mas naqueles que sabem aproveitar e não querem ser "maior, melhor" do que o outro. Amei Telma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que delícia vc dizendo que me superei...rs
      A gente fica doida (no melhor dos sentidos) diante de um livro desses... querendo escrever o livro todinho... compartilhar!
      beijoca, sua linda
      :D

      Excluir
  6. Olá!
    Esse livro é sensacional ♥
    Foi o primeiro que comprei da DarkSide Books. Através dele que conheci a Caveirinha.
    Ainda não li porque tenho outros na frente, mas já dei umas boas conferidas no livro e tenho uma noção do que me espera. É realmente um livro completo, praticamente uma enciclopédia sobre serial killers. Repleto de informação. Fora que essa edição é absurdamente linda. O trabalho da DSB é realmente incrível *-*
    E como sou estudante de Psicologia e me interesso muito pelo estudo dos serial killers, é um prato cheio.
    Abraços!
    https://blogladoescuro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho certeza que você vai amar, já que deu umas conferidas. ;)
      Concordo em 100% no tocante ao trabalho da DSB. É de babar!
      beijos sem baba!
      :)

      Excluir
  7. Adorei sua resenha super bem humorada mas esse livro não faz muito meu estilo, mas curti o jeito que explicou sua interação com o livro.

    ResponderExcluir
  8. Adorei sua resenha super bem humorada mas esse livro não faz muito meu estilo, mas curti o jeito que explicou sua interação com o livro.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não posso dizer que curto esse tipo de leitura...
    Mas confesso que por outro lado acho bem interessante, pq assim como vc, gosto muito de estudar a mente...tentar entender o que se passa, o pq que agiu assim, o que sentiu.
    Já assisti filmes relacionados e no fim, fica aquele turbilhão de coisas na mente, então eu fico um bom tempo sem ver esse tipo de filme.
    Acredito que se eu tiver a oportunidade de ler eu lerei,mas comprar não.
    Sua resenha foi muito boa. Pois me despertou o meu interesse na leitura, se eu visse apenas o livro, já não leria nem a sinopse.
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente que tenha gostado da resenha, Alessandra.
      E é assim mesmo... a diversidade de gostos, felizmente corresponde a diversidade de gêneros literários.
      beijoconas
      :)

      Excluir
  10. Oi!
    Li esse livro e adorei, apesar do assunto pesado. Sua resenha fez com que tivesse vontade de reler esse livro. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que gostoso saber disso, Aline!!! :D
      beijão!

      Excluir
  11. eu simplesmente ameeei esse livro,
    quero!!!

    *sem mais ;)

    kkkkkkkkkkkk
    beeijões!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Telma. Tudo bem?

    Gostei da resenha, mas... não sei se leria o livro.. .sei lá porque... :D
    O que mais adorei na resenha foi a seguinte frase:

    "Ninguém pode me xingar por marcar meus próprios livros com "amarelinho" (marca texto) porque esse já vem marcado e se está impresso é chique, se eu marco, sou débil mental estragadora de livros" (Hahahaha! Adorei!!!!)

    Beijos!
    Visite-nos: Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  13. Que legal.! A DarkSide tá de parabéns mesmo. Não vi nenhum livro deles da qual eu pudesse reclamar. Quanto ao livro não sou muito fã do gênero, mas eu leria. Como sempre,parabéns, sua resenha me faz rir e ficar curiosa sobre o livro kkkkkk'

    ResponderExcluir
  14. Hahaha pessoa insana, rs. Morri de rir dessa sua resenha maluca, adorei o formato de gente pirada que pergunta é responde ao mesmo tempo rs.

    É sim, pagaria cada centavo neste livro sanguinolento, também gosto deste tema.

    Hug minha lindeza insana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hug coisa linda!
      Vc viu que foi citada da resenha surtadinha? :))
      beijos grandes

      Excluir
  15. Achei um livro lindo, como todos da DarkSide, o assunto é interessante mas sei la kk não sei se leria, porém depois de sua resenha acho que estou disposta repensar sobre o assunto.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!