28 fevereiro, 2015

resenha: Beladona (HQ)


Uma das mais importantes séries de quadrinhos de terror da atualidade, a HQ conta a história de Samantha, uma menina assombrada por sonhos terríveis. A história se passa em dois mundos: Primeiro o mundo real e o segundo, e que na verdade é onde se passa a maior parte de nossa história: um mundo dos pesadelos’. Nesse mundo dos pesadelos, Samantha é perseguida constantemente por espíritos que a atormentam e que claramente desejam seu mal, mas isso tudo tem um propósito sinistro e que a levará a uma jornada com momentos de superação, descoberta, euforia, depressão e violência. O álbum foi financiado através do site Catarse, de financiamento coletivo, com 654 apoiadores. Um dos projetos de quadrinhos mais bem sucedidos no Brasil. 

Beladona: A beladona é uma das plantas mais tóxicas encontradas no hemisfério oriental. A ingestão de apenas uma folha pode ser fatal para um adulto, embora a toxicidade possa variar em função do estado vegetativo da planta, da sua idade e de fatores genéticos e ambientais. A raiz da planta é geralmente a parte mais tóxica. (fonte: Wikipedia)

Amigos, essa é uma das melhores HQs que já li na vida!
Leia e saiba o que achei.
Ansiosa por seus comentários!
*smack*


WOW!

O que dizer dessa HQ?

Marcia Cogitare é a Rainha das HQs daqui do blog, mas, quando recebi esse presente de Artur Vecchi usurpei o trono por 1 dia.

Li várias vezes. Cada vez que eu lia, eu notava um elemento novo. Amo isso em livros e poucos proporcionam.

A história de Samantha mostra muito do nosso cotidiano e, dos mundos que não tomamos ciência: o subconsciente e o inconsciente.

A verdade é que, cada um vai ver de um jeito. De tanto estudar saúde mental, não pude deixar de ver com olhos analíticos ali retratado o horror, o terror que assola as pessoas que sofrem de alguns distúrbios como o de ansiedade e suas "crias": a síndrome do pânico, a ansiedade crônica, o medo do desconhecido, a agorafobia, dentre outros. 

Também é notado a evolução da mente humana (do poder que possuímos internamente), através dos capítulos da história, que vão desde o dia em que Samantha completa 7 anos e ouve a palavra "infanticídio" dentro de sua cabeça (sombrio, né?), até o começo da vida adulta, onde ela descobre que é dona de si mesma e, inclusive dos seus medos e enfrenta-os.



É óbvio que você pode ver só uma história de terror, das boas!
É óbvio que você pode ver um conto infantil "adultilizado"!
É óbvio que você vai interpretar (e se fascinar) diferente de mim... e essa é só uma das belezas dessa HQ!

Confesso que estou perdidamente apaixonada por Ana Recalde e por Denis Mello e, partilhar isso com vocês é um gesto de altruísmo e nobreza de minha parte... porque a vontade primeira é guardá-los na minha caixinha de música e pedir que Ana me conte histórias todas as noites e que Denis ilustre-as! Mas, deixo-os livres..., para o bem da humanidade. (Que merda! Preferia ambos na minha caixinha!)

O livro começa nos mostrando o mundo real, em colorido e o mundo dos sonhos, em tons sombrios (roxo e suas nuances), branco e preto. O mundo dos sonhos é apavorante!!!!!




Está divido em capítulos e a coloração vai mudando, à medida que Sammy vai crescendo e seus sentimentos vão mudando.

Quando ela se apaixona, um verde piscina intenso toma conta da página! :)

O fato é, o terror de nossos sonhos, que é proveniente dos medos do nosso dia a dia (já dizia o velho e safado Freud) está amplamente representado nessa HQ.

Denis também conta muito da história mas é preciso prestar muita atenção nas ilustrações. Eu, que gosto de "photoshopear" me encantei com a passagem de tempo através das sombras. Dá uma olhada!



Sammy vence seus medos? Como? Dá pra tirar lições de como podemos vencer alguns dos nossos?

Não respondo nem sob tortura chinesa!

Vale a pena comprar o livro? SIM! SIM! SIM!

Vou sortear meu exemplar? NÃO! NÃO! NÃO!

Mas pra não dizerem que sou ruim, vou deixá-los com alguns quotes, ok?


Enquanto você não souber fingir ser normal, vão continuar te mandando pra mim.



(...) passamos tanto tempo nessa sala de mentiras que eu achei que uma verdade cairia bem.



- Mãe, o que é infanticídio?  - Onde você ouviu isso?  - Na minha mente.


Ao final, temos EXTRAS! eu amei!

Entrevista com a autora que é linda por dentro (por fora também). Sabida essa moça!

As etapas das ilustrações de Denis, para construir Samantha do jeitinho que Ana a via em seus textos.

Como foram criados os vilões, o herói, a arte final e as técnicas de colorização. Cara! Aprendi muitão sobre a arte de fazer uma HQ (claro que tô longe de ser PhD, mas já tenho noção).

Ao final, uma galeria de ilustrações de Samantha, nossa Beladona, por vários ilustradores (é maravilhoso ver a diferença de cada imagem, fruto da imaginação de como é Samantha para cada um deles).



Queridos,
Já devem saber que são cinco entrelas, né?
Leiam!
beijos muitos.









Como várias pessoas perguntaram onde comprar, resolvi colocar o link aqui, pessoal:
(diga que é leitor do blog e peça desconto) ;)





24 comentários:

  1. Aiiii Telma... Não tenho costume de ler HQ... Não me adapto... Mas tu me deixou com uma puta vontade de ler Beladona... Quero ver o terror, interpretar e me deliciar... Procurando jáááááá!
    Putz.. Telma sambando na cara da sociedade mostrando como fazer pra deixar todo mundo crazy in love para ler a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João, coisa linda...
      Eu também não leio HQ, mas essa é tão diferente de tudo... tão intensa e tão cheia de simbolismos que me apeguei, me amarrei e devorei várias vezes. :D
      Acho que você vai gostar!

      Excluir
  2. Oi, Telma, adorei a resenha. Eu gosto muito de ler HQs e fiquei super curiosa para ler essa. Como disse o João, vc sambou na resenha. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. =D7 ebaaaaaaaaaaaa a Natália veio comentar!!!!!
      Nat, vc que já gosta, vai amar!
      montes de beijocas

      Excluir
  3. A última HQ que me encantou foi Vampiros do Rio Douro, do fantástico, talentoso, maravilhoso André Vianco!
    Mas olha... Essa capa e as ilustrações que você mostrou... Uaaaaaaauuuu!!!
    A históra também é suuuper atraente.
    E olha o tamanho dessa HQ, gente!!
    Amei Telminha!! Acho que você já tinha me mostrado antes, mas agora depois da resenha... quero leeeeeer!! (estou muito escandaloso hoje, credo!)

    Com essa resenha, dá pra vender muito peixe. Adorei, amiga!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... eu já tinha te mostrado antes.
      Tava pra soltar a resenha antes mas faltou a produção que essa HQ mereceu!
      Adoro você escandaloso, amor!!! :))
      *smack*

      Excluir
  4. Telma, eu preciso muito de um exemplar de Beladona! Vou comprar, messssmo!
    Agora, aquela pergunta que não quer calar - Será que tem alguém que não finge ser normal? ~X(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sueli, sua coisinha inteligentona (ai que vontade de estar com você na sua varanda)... creio que quando criança, não fingimos, porque não notamos que é necessário... mas, à medida que crescemos.... a história muda, né?
      beijos muitos em você!
      ;)

      Excluir
  5. Ahhhh, eu cheguei tarde! :'(
    A obra está indisponível... Deve ser o resultado dessa resenha intrigante e muito bem feita!
    Parabéns amiga, vou voltar outras vezes até conseguir o meu exemplar!
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Su, vou perguntar ao editor como encontrar! Te respondo já já! :*

      Excluir
  6. Mi casa es tu casa! Venhaaaaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me dê um tempinho para colocar minha casa em ordem (te conto INBOX depois) e vou mesmo! PRECISO dessa prosa, do abraço e de te apertar!
      :D

      Excluir
  7. Ok! Aguardo por você, em qualquer de nossos batcanais! ;)

    ResponderExcluir
  8. Telma , eu deixo você ocupar o trono juntamente comigo,rs

    Amei tua resenha, é divertida e ao mesmo tempo mega informativa, sondando a parte técnica e nos dando nuances das emoções que ocupam este quadrinho.

    Adorei sua família empenhada na leitura da HQ, rs :D

    O que dizer, é correr e clicar no link pra adquirir essa belezura.

    Hug Lindona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcinha, eu jamais reinaria com você! Não chego nem à metade das suas aptidões como resenhista HQ. Mas posso ser sua primeira ministra... :))
      Muitos beijos
      :*

      Excluir
  9. Ah Telma vc é hilária, mas quero ver mais quadrinhos resenhados por você.

    Hug :D

    ResponderExcluir
  10. Eu sou fã de Hq, Mangá, Gibi seja lá o nome que chamem e de onde venham, acho divertido a forma como o ilustrador consegue criar perfeitamente o universo imaginado pelo autor. E uma HQ com todos os elementos descritos nesta resenha, cara é fantástica!
    É algo que necessito!
    Um dos universos mais intensos e maravilhosos do mundo é a psique infantil, mesmo os mais obscuros, Beladona parece ser aquele tipo de livro que você lê e se recorda por toda a vida, obrigado por trazer esse pedacinho pra mim (nós).

    Julielton Souza - Dialética Proposital

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julielton,
      Você captou a essência dessa HQ através da resenha!
      Feliz demais com isso.
      Desfile mais vezes sua inteligência, e seus comentários pertinentes por aqui!
      beijos

      Excluir
  11. Ai telma!
    gosto tanto dos HQs, porém com as atividades múltiplas diárias, algumas preferências ficam relegadas...
    Achei interessantíssima essa HQ e já deve saber porque, né? Tudo relacionado ao lado psicológico em suas abordagens me fascinam.
    Vou em busca.
    cheirinhos
    Rudy
    PS: amei a família Myrbach...kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :)) a família Myrbach te abraça e te beija Rudy!
      Se tiver oportunidade de ler essa HQ, não perca.
      Muitos beijos e cheiros em você!

      Excluir
  12. As imagens da HQ são lindas, e a história... ahh.. não sei descrever a vontade que deu de ler essa HQ

    ResponderExcluir
  13. Adoro HQ's e essa sem dúvidas da Brasileiras é a que eu mais tenho vontade ler, desenhista bom demais! só pelas imagens me deu vontade de comprar pra ler e lendo a resenha fiquei mais encantada ainda.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!