19 novembro, 2014

7 Dicas de Sobrevivência para namorar um leitor

Já diria Camões que: “Amor é um fogo que arde sem se ver;/ É ferida que dói, e não se sente;/ É um contentamento descontente;/ É dor que desatina sem doer”. Portanto, nada melhor do que dar dicas às pessoas de como conviver com este sujeito complicado, o leitor. Ao se permitir namorar com alguém assim, precisa-se ter em mente que é preciso se adaptar a muitas coisas.
Então aí vai uma lista de dicas, que pode ser levada a sério ou não, de como sobreviver a um namoro com um leitor:
1. Não interrompa quando ele estiver lendo! Nunca! Em hipótese alguma, faça isso. Se morrer alguém da família, interrompê-lo não fará com que a pessoa ressuscite, lembre-se disso;
2. Se ele disser que o livro é melhor que o filme, concorde com ele. Mesmo que não seja, você acha que ele vai admitir? Em hipótese alguma. Esta confissão seria uma traição ao movimento. A devoção dele a um livro é pior do que uma religião, entenda isso. Então não, o filme não é melhor;
3. Não tenha ciúme dos livros, eles não são seus concorrentes. Portanto, quando ele disser que em primeiro lugar da vida dele estão os livros, aceite. Você será o segundo, nada tão mal assim. Não há ninguém humano à sua frente;
4. Na hora certa, ele terá a palavra certa. Claro que isso é uma faca de dois gumes, pois este seu namorado leitor poderá tanto evocar palavras de amor, como o protagonista de Memórias de Minhas Putas Tristes, quanto pode saber enviar você para Cem Anos de Solidão;
5. Ele se importa mais com a forma que você trata os livros dele, do que exatamente como o trata. Então já sabe, nada de rasuras, dobrar capa, molhar folha, ou, pior, emprestar o livro dele para alguém – o que equivale ao fim do relacionamento;
6. Quando vocês brigarem, dê um livro de presente a ele. Não será mais preciso palavra alguma (até porque você já está dando um monte delas dentro do livro), ele tomará a obra na mão, derramará uma lágrima e perdoará você – principalmente se for um livro raro. E, claro, essa dica não vale caso seja um livro que ele odeie;
7. Nunca fale mal do escritor preferido dele. Jamais. Algumas pessoas têm gurus, líderes espirituais, artistas preferidos. Leitores têm escritores, postos sobre um patamar intocável. Portanto para sua saúde física e mental, não fale mal desses escritores. Digo e repito.
E aí, mais alguma dica?
fonte: Universo dos Livros

15 comentários:

  1. 8. Se possível ame os livros.
    9. Jamais fale mal dos livros.

    http://inquietudessecretas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ai, essa lista da Telma me deu uma vontadona de namorar uma pessoa tão louca quanto eu por livros.

    ResponderExcluir
  3. Hahahahaha
    Amei!!! Mas serve pros amigos tbm... Please!!!
    Uma amiga super querida extraviou meu primeiro livro do André Vianco... My god! Foi o Apocalipse. Demorei uma semana pra conseguir olhar pra ela de novo.
    Ate hoje sinto que ainda não perdoei totalmente. Hahaha

    ResponderExcluir
  4. Credo! Falar mal do meu autor favorito é divórcio na certa! Nem pensar... 7:P
    Beijão querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em gênero, número e grau, Su!
      Divórcio!
      tem que amar e ouvir por horas a gente contar o quanto é grandioso :7

      Excluir
  5. Telma, amei cada sugestão. Cada uma é muito real, ocorre e muito. São conselhos muito bem dados. Conheço uma pessoa que o marido tem ciúmes dos livros que ela lê, é muito engraçado, para quem está de fora, claro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cinthia, eu também conheço alguém assim.
      é muito engraçado pra quem tá de fora mesmo... haushaushuahsuhaushau :))

      Excluir
  6. KKK, certíssimo meu namorado vai ter que ler isso "quando eu encontrar um, e se encontrar"
    Não ligo muito de me parar na leitura, mas falar mal do livro que mais gosto ou autor é pedir a morte :p
    Beijos Telma, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me parar no meio da leitura, é suicídio, Thayna!!!!
      :p

      Excluir
  7. O pior é falar mal do livro ou autor preferido....isso é para acabar com o pequi
    *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahahaha :))
      Entendo bem isso, Mirelle.
      ;)

      Excluir
  8. Telma!
    Adorei!!! E me acabei de rir...kkkk
    Com o conselho um, lembrei do maridão...kkkk Quando estou lendo e ele quer falar alguma coisa, ele vem, ronda, vai de um lado para o outro e sai dizendo.... - Agora não, ela está ocupada viajando nos livros"...kkkk Ele já sabe, nada de me interromper. E se o assunto for muito sério, ele fica de longe, em outro cômodo, como se não soubesse que estou lendo e diz: - Amor, tá muito ocupada? . Se respondo, tudo bem, mas quando não respondo ele pede desculpa e diz: -Quando chegar em casa, me avise, tá? . É bem engraçado.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!