04 agosto, 2014

Resenha: O Sobrevivente


O Sobrevivente – Gregg Hurwitz
                      “Empolgante... Deliciosamente cinematográfico.”                          The Washington Post 


Adrenalina pura!!!!!

Quem ama um thriller bem escrito, não pode perder  “O Sobrevivente”!

Sabe aquele livro que começa quente e vai esquentando ainda mais, gradativamente, até pegar fogo no final virar cinza em nossas mãos, diante dos nossos olhos? Não? Sim?

Quem não conhece a sensação deveria.

Quem já conhece, sabe que adrenalina vicia. O Sobrevivente é viciante.

Logo no começo, Nate, nosso herói/anti-herói (e confesso que estou sim, apaixonada por ele!) está totalmente pronto para suicidar-se, mas tem o cuidado de escolher cair numa caçamba de lixo para não machucar ninguém. Percorrendo os centímetros no parapeito do alto edifício de onde vai se jogar, depara-se com uma cena violentíssima de assalto.

A partir daí a gente quase grita de excitação (não sexual) enquanto está lendo. Torci muito por Nate quando, por nada ter a perder, ao ver uma menininha ser machucada dentro do banco por um dos assaltantes resolve pular para dentro da janela e reagir.

People do meu God, Gregg Hurwitz escreve bem pra carambaaaaaaaaaaaaaaa! Senti-me assistindo a um filme. Meu corpo ficou retesado, prendi o fôlego em vários trechos para que Nate não fizesse barulho (sério caso de projeção imposta pelo autor) e, senti todas as emoções de um filme explosivo num cinema 3D, com a vantagem de que, os efeitos especiais em nossa mente são ilimitados e infinitos.

Bem, Nate consegue fazer com que o assalto seja mal sucedido para a fúria da máfia ucraniana que o persegue e põe em risco não a vida dele (que já tá ferrada, mesmo), mas a de sua filha e ex esposa.

Nate terá que voltar ao banco e “refazer” o assalto, ou lidar com a morte das duas pessoas que mais ama na Terra.

No princípio foi bem sucedido porque não tinha nada a perder (já que estava buscando a morte), mas com a vida dos amados em risco, a história muda de figura e aquilo que não era precioso, passa a ser a única coisa com a qual pode contar para salvar aqueles que ele quer que viva.

Se recomendo?

Não só recomendo como vou lê-lo novamente, mais a frente pra tentar sentir toda a viciante adrenalina correndo solta e alucinando em minhas veias.


Esse livro deveria ser tarja preta. ;)





33 comentários:

  1. gente, esse livro me parecia mto bom pela sinopse, agora entao que eu quero mais ainda ler! adorei a resenha!!


    encantosparalelos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que você leia logo, Gio.
      Livro super bem escrito!
      :*

      Excluir
  2. Telma!
    Bom demais quando nos sentimos totalmente envolvidos em um livro.
    Adoro thrillers e se são bem escritos, melhor ainda e gostei também de ver que a premissa de suicídio no início do livro, se transforma em coragem para proteger a família.
    Já está nos desejados.
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy, minha linda... esse eu tenho certeza absoluta de que você iria adorar!
      Beijoconas

      Excluir
  3. Como você escreve bem!! Serio, digo sem ser da boca para fora. Essa resenha me deixou cheia de vontade de ler esse livro, provavelmente vai ser o primeiro thriller que irei ler. É sempre bom sair da sua "zona de conforto" para experimentar novos gêneros literários, certo?! Já coloquei até na lista do skoob kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, Malu!
      Que elogio mais gostoso!!!!!
      Adorei saber que a resenha te incentivou!
      Vou ficar na torcida pra você ler e me contar o que achou.
      Muitos beijos.

      Excluir
  4. Eu adoro thriller, e conheço essa sensação de não conseguir largar o livro até o fim... até você o consumir por completo rs
    Bom, sobre o sobrevivente, essa é a primeira resenha que estou lendo dele - alias, parabéns! Ótima escrita - e me interessei por saber mais sobre ele xD
    Como já tô lotada de livro pra ler esse vai ter que esperar um pouco ainda, mas já foi para lista dos "eu quero ler"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pri,
      conheço bem essa lista de livros que a gente que ama livros tem... a vontade é de ler "esse"... não, péra..."esse".... ah! "esse aqui"! Xiiii.... quero ler todos ao mesmo tempo!
      haushausuahsuhahusa
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha!
      beijos em você

      Excluir
  5. Instigante este livro não..

    Adoro o gênero, mas se o personagem não me conquista logo no início eu começo a torcer contra ele durante a história.

    Ainda não conheço os trabalhos do autor, mas pelo que disse, a dinâmica usada para construir o enredo te prende de modo que quando começa só para quando os olhos reclamam do cansaço físico.

    Já coloquei na minha lista de setembro, porque em agosto já tenho vários títulos para ler.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline,
      que bom ter você por aqui.
      Quando tiver lido, me diga o que achou.
      Muitas beijocas

      Excluir
  6. Gostei, me parece ser bem exitante mesmo, fiquei curiosa pra saber toda a história
    Um beijo
    Blog livros com café

    ResponderExcluir
  7. É uma temática bem diferenciada, e parece ser uma leitura que vale a pena no mínimo espiar!!
    Não costumo ler esse estilo de livro, mas quem sabe?

    miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruninha,
      saudades dos seus comments!
      Muitos beijos

      Excluir
  8. Nunca li nada nesse gênero, mas lendo essa resenha deu uma vontade de ler rsrs.
    Com certeza vou ler xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dandara, minha linda... espero que goste.
      eu fiquei instigada! ;)

      Excluir
  9. "deveria ser tarja preta" adotarei a expressão! hahaha P.s.: ótima resenha!

    ResponderExcluir
  10. Essa sua frase me fez pensar o que ele causaria em minha mente, curiosa! - "senti todas as emoções de um filme explosivo num cinema 3D, com a vantagem de que, os efeitos especiais em nossa mente são ilimitados e infinitos."

    ResponderExcluir
  11. Tô louca por esse livro, depois de ler essa resenha fiquei ainda mais interessada!

    Está na minha lista de próximas aquisições, com certeza :)

    ResponderExcluir
  12. Eu não imaginava que o livro fosse assim, porque sinceramente não curti a capa por ela eu não leria. Mas vc dizendo que é bom. É porque é bom :)

    ResponderExcluir
  13. agora to empolgada pra ler,depois das minhas metas de leitura desse mês,com toda certeza lerei.

    ResponderExcluir
  14. Ai minha nossa, já imagino muita ação na trama e adrenalina correndo em minhas veias ao ler cada página desse livro.. Ele até parece um filme de ação...Definitivamente preciso ter esse livro...Arrasou na resenha e obrigada por me indicar essa leitura.

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Vixi você gostou mesmo do livro né, adrenalina pura que isso hein, gostei, fiquei super curiosa para ler o livro, confesso que essa é a primeira resenha que vejo de Sobreviventes, e foi ela que me fez interessar pelo livro, já estou ansiosa para perder o fôlego com o livro.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  16. :-O
    Nossa, confesso que nem tinha ouvido falar desse livro, mas pela tua resenha parece ser empolgante e viciante!
    Ele é livro único? Ou vai ter continuação? Pq a maioria tem agora.....
    Ando precisando de um livro assim, diferente dos que ando lendo ultimamente!
    :)

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha, me fez ter vontade de ler... você realmente passou o quanto ele é viciante do inicio ao fim, espero ler ele apesar de não ser meu estilo favorito. (:

    ResponderExcluir
  18. Fiquei animada só de ver a capa. Depois que li a resenha tô correndo pra livraria! haha

    ResponderExcluir
  19. Quando vi a capa, pensei que esse era um livro sobre um mundo pós-apocalíptico O.o
    Foi uma surpresa descobrir que não.
    A história parece ser interessante e lidar bastante com questões de ética, mas não tenho certeza se eu gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  20. Telma sei sim quando aquele livro é quente e cada vez mais vai esquentando, é difícil achar livros assim mas ainda tem obras viciantes. Amei a sua resenha e acho que também me apaixonei pelo Nate... rsrsrs

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  21. Kkkk..
    Não sei se foi engraçado.. Mas Eu achei...
    Ou Nate é muito sortudo ou muito azarado...
    Pronto para o suicídio , presencia um acidente se torna herói... Sortudo...e ao mesmo tempo azarado por ser descoberto e ser coagido...
    Interessante.... Gostei..

    ResponderExcluir
  22. Gostei, me parece ser bem exitante mesmo, fiquei curiosa pra saber toda a história
    Um beijo, te espero no blog
    blog Livros com café

    ResponderExcluir
  23. Eu não conhecia esse livro, mas fiquei bastante curiosa agora! ele parece ser mesmo isso tudo que você disse, to muito interessada nele, vou fazer o possível pra lê-lo logo.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!