21 janeiro, 2014

Resenha: Esconda-se

http://livrocomdieta.blogspot.com.br/2014/01/resenha-esconda-se.html 

Esconda-se - Lisa Gardner



Sinopse: Uma mulher que foi obrigada a fugir — desde criança— de uma possível ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência doméstica que presenciaram. Um pingente que foi parar em mãos erradas — e a cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns!

São 2h16 da madrugada e acabei o livro.

Vim fazer a resenha porque não me contive... porque está fresquinho....rs

Amei o livro. Sou fã de Lisa Gardner e de sua eloquência despretensiosa mas cheia de eufemismos, metáforas e alegorias. Acho-a uma poetisa da linguagem criminal... se é que me entende.

Gosto da maneira como ela usa as palavras para chocar, alertar, sem ser piegas... da maneira como ela recorre a clichês e nos faz pensar que não poderia ser mais acertado.

Pois bem... o livro começa falando sobre a história de Annabelle, sob o ponto de vista dela mesma. Sobre as muitas fugas, desde que completou 7 anos.

Seu pai fugira com ela e a esposa de algo que nunca lhe fora revelado. Ela nunca pôde fixar-se muito tempo no mesmo lugar, ou usar o mesmo nome. Eles precisavam esconder-se... mas, do quê?... ou, de quem?

Só saberemos muito à frente! ;)

Os capítulos são intercalados com a cena de um crime pra lá de hediondo: 6 meninas (crianças) foram encontradas mumificadas numa câmara de um antigo hospital psiquiátrico, que um psicopata usava para torturar, manter, enfim... satisfazer seus mais pérfidos desejos e instintos.

Teriam relação?

D.D. Warren e Bobby Dodge, policiais em escalas e cargos diferentes (com envolvimento amoroso no passado) juntos passam a trabalhar para decodificar esse mistério e encontrar o serial killer que cometeu os assassinatos.

Acompanhar o raciocínio de ambos os detetives é dar "vivas" escondidinho à Lisa Gardner, que mais uma vez surpreende com uma história bem contada, elementos bem inseridos e alinhavados no momento certo. O suspense na medida certa e um componente que eu amo em qualquer tipo de livro: a força e a inteligência da mulher!

Nisso acho-a parecida com Sidney Sheldon: suas personagens femininas são frágeis, como é toda mulher dotada de sensibilidade e forte ao extremo, por conta dessa mesma sensibilidade. a inteligência e coragem estão bem presentes nessas mulheres que bem simbolizam a todas, nas diversas épocas.

Um único pecado: a repetição/exploração dessa mesma cena que num primeiro momento tanto me impressionou, a do encontro das crianças mumificadas. Parte da "beleza" do horror da cena se esvaiu com a quantidade de citações.

Amei o livro e recomendo aos amantes do gênero.

http://livrocomdieta.blogspot.com.br/2014/01/resenha-esconda-se.html



15 comentários:

  1. Oi Telma, ainda não tive a oportunidade de ler nada da Lisa, mas a tua resenha me instigou bastante. Com certeza em um futuro próximo estarei o lendo.
    Adoro personagens femininas que são frágeis mas que ao mesmo tempo tem uma força de carater incomparavel.

    Beijos, adorei a resenha!
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você vai amar, Jéssica!
      Super beijo em você :)

      Excluir
  2. Não sei porquê ainda não li nada da Lisa Gardner. Mas vontade é o que não falta, só acabo passando outros livros na frente. :c Mas vou mudar isso e assim que eu tiver oportunidade, não irei adiar mais ;)
    Adoro suas resenhas, sempre bem articuladas e objetivas.

    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eeeeeeeeeeee... adoro que adore as minhas resenhas!
      Super beijo, Mallu.
      Creio que você vá gostas da dona Gardner!

      Excluir
  3. Já também está fresquinho, vou comentar aqui,rs

    Nunca li esta autora e adoro o gênero policial.

    Mesmo sendo 2 e lá vai da manhã, você escreveu um texto coerente e que desperta muito o interesse dos leitores.

    Excelente Telma

    Hug lindeza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós nos conhecemos por causa de um gênero policial, né?
      Aiiii... que bom que tá coerente... eu tava com medo dessa resenha por causa da minha noite insone...rs
      super beijo, Marcinha.

      Excluir
    2. Fui sim Telma, o aliciador nos uniu, rs.

      Resenha perfeitamente deliciosa.

      Hug

      Excluir
  4. Eu li um livro da autora e amei. Foi bem como você falou, li até demadrugada, não dá pra largar enquanto não termina. Esse negocio dela intercalar os capítulos, só dá mais ansiedade na gente para descobrir o que aconteceu. Não gosto quando o autor fica batendo na mesma tecla e descrevendo as mesmas cenas que num primeiro momento nos surpreenderam. Mas quero ler esse livro sem demora. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sil,
      que bom que você gostou!
      Eu acredito que vá gostar muito desde (apesar do porém).
      Super beijo em você

      Excluir
  5. Li Sangue na Neve e amei, gostei do jeito que esta autora escreve e pretendo ler os outros livros dela.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Opa! Parece ser bom mesmo, nunca li nada da autora!

    Beijos,
    Nanda do Maquiada & Esmaltada

    ResponderExcluir
  7. Telma, quero muito ler, essa trama policial, mortes, psicopata, é o tipo de livro que gosto para sair dos livros dramáticos que tanto gosto.

    ResponderExcluir
  8. Adorei Telma!!!!
    Amo o gênero e esse livro está na minha dos mais desejados. Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  9. Essa mulher na capa do livro me lembrou a mulher do Resident Evil aushausha

    pensamentosquasediarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!