23 outubro, 2015

Resenha: Mônica



Morta no regime militar brasileiro e reclamada pelo Povo Antigo, Mônica volta hoje como uma arma! Ela deve se permitir amar? 

Uma vez, há mais de quarenta anos atrás, em pleno regime militar brasileiro, uma jovem gentil e inteligente, mas ainda ingênua, foi enganada e acabou capturada como “subversiva”, sendo torturada até a morte. Mas, no instante mesmo em que ela morria, foi reclamada e tomada pelo Povo Antigo, aquele povo que originou as mitologias ancestrais, cuja carne é feita pelos nossos pesadelos e sonhos, e que ainda vive nos recantos distantes, em florestas e vales esquecidos, e mesmo aqui, nos escuros interstícios da cidade. Essas entidades da escuridão e do éter transformam a jovem mulher, ela própria, em uma criatura sombria. Capturada e tragada, desta vez por nova treva: o nosso governo, ela se vê usada como arma no jogo de poderes, enquanto luta para descobrir a humanidade em si mesma, e vive na corda bamba entre a bondade de sua natureza, e a coisa maldita e malévola que se tornou. Este será um livro sobre Mônica, esta jovem/velha mulher que vai descobrir a amizade verdadeira e o amor, mas que vê a si mesma como um monstro. Assim, encantada e assombrada pelo que ela é, Mônica não se permite amar.


Já ouviu falar de Wagner RMS?

Se não ouviu ainda.... vai ouvir muito daqui pra frente!

O cara escreve bem... mas, mais do que isso: é dotado de uma sensibilidade e gentileza quase extintas no mundo em que vivemos, por isso e mais um pouco, ele teve minha total atenção. Agora, ele tem mais do que atenção. Ele conquistou meu respeito.

Eis que o livro que eu aguardava (quase todo mundo sabe que eu sou big fã de vampiros malvados) chega... e junto com ele um cartão lindo e uma dedicatória que me arrancou suspiros. Fofo demais! Traduzi pro meu maridão que teve a mesma opinião que eu: Wagner é uma pessoa linda!







Isso tudo é importante? Pra mim é.

Eu realmente observo cada um desses detalhes que fazem a minha vida ainda mais feliz. Gostar do autor pra mim é um passo importante porque sou radical: se não gosto do autor, não leio o livro, se não gosto do ator, não vejo o filme e por aí vai... mas essa sou eu: a enjoadinha! ;)

Isso não significa que se eu gostar do autor como pessoa ele automaticamente vai ser considerado por mim como bom escritor. Não, não! Ele tem que merecer, não é?  

Wagner escreve muito bem.

Não encontrei erros... tão comuns em impressões (mesmo as de grandes Editoras). Nem ortográficos e nem gramaticais. É óbvio que eu não estava buscando por erros, mas alguns saltam aos olhos e são impossíveis de não serem vistos.

A historia? Vamos a ela!




Mônica é abusadamente sexy, sem deixar de ser pueril. 

É inteligente, altamente sarcástica, desafiadora e quase humana.

Mônica foi transformada em vampira e todos os seus instintos são escuros, como são os seres mortos (redundância proposital) da espécie.

Ela é usada pelo governo como arma. Aqui me fez lembrar demais o filme Nikita. Alguém já viu? Nikita não tinha mais nada a perder.... e passou a ser usada pelo governo. Mônica não tinha mais nada a perder... a vida já se fora. Sua juventude eterna fascinava, mas.... "who wants to live forever?"





No meio de suas missões depara-se com um agente que balança seus intintos frios: Weltman e, com medo de matá-lo, ela prefere afastá-lo de vez. Nesse momento, o autor usa Raul Seixas (amo) para defini-la com a música "Gita".

Isso acontece momentos antes de Mônica ser enviada para disfarçar-se de Engenheira de Software: a hacker Carmina, que quebraria códigos de acesso e entraria no sistema do Senado Brasileiro. Desta forma, uma poderosa quadrilha poderia ser desbaratada.


A escrita é ágil e nesse momento, a aventura corre solta. Impossível não sentir a adrenalina de todos os envolvidos na história e não se surpreender com os fatos.

O autor coloca pequenas notas de rodapé para pequenos esclarecimentos. O que me agradou muito.

Apesar da linguagem rebuscada na narrativa, os diálogos são coloquiais e eu adorei essa versatilidade.

Está a fim de uma aventura de vampiros com premissa atual e brasileira? Então, esse livro é sua pedida!

A questão que não quer calar é quase científica? Mônica conseguirá superar os instintos de ser das trevas e dar vazão ao amor que começa a sentir ou a morte de qualquer um que se aproxime é inevitável?

Só lendo, né? ;)

beijos, surtados.



Deixo vocês com uma degustação oferecida pelo autor:



Livro em e-book: COMPRAR

Livro impresso  : COMPRAR

Veja outros livros do autor em seu website: WAGNER RMS

Wagner RMS - Nasceu em 1969 e escreve ficção científica e fantástica, foi roteirista da 1ª websérie nacional sci-fi 'Onda Zero', recebeu o prêmio Lions por sua space opera C7i, e atualmente presta consultoria para a nova websérie Nomade 7.







20 comentários:

  1. Telma, que gentileza da parte do Wagner RMS em mandar este cartãozinho para sua pessoa, muito bom. Enfim, a história de vampiros mais uma vez me deixou com um pé atrás, mas senti muito mais a exploração da garota para serviços militares do que a mostra de seus dentes afiados, o que não me desagradou, pelo contrário, quero muito o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana Ycaro....
      Eu já gosto muito de vampiros! A única coisa é que gosto da maneira como foram originados: maus!
      Acredito que vc iria gostar muito desse.
      beijocas
      ;)

      Excluir
  2. Eu li / devorei o livro e AMEI!!!!
    Estou doida para ler novas aventuras da Mônica!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Lívia!!!! Vamos aguardar juntas?
      Estou como você... querendo continuação!
      Beijoconas
      :)

      Excluir
  3. Oi, Telma!

    Esse livro deve ser bem legal mesmo, pois a forma como você abordou o tema e elaborou a resenha, principalmente quando diz que "a escrita é ágil e a aventura corre solta", pois a leitura fica muito boa!

    Parabéns pela resenha! ;)

    Beijos!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel,
      Se tiver a oportunidade de ler não tenho dúvidas de que vai gostar.
      beijos
      :)

      Excluir
  4. Olá
    eu nunca tinha visto resenha sobre esse livro!! rsrs, mas curti muito a proposta dele. Vou anotar a sua dica e quem sabe eu não compre ele
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. É muito bom quando conhecemos o autor e podemos trocar ideias e falar abertamente sobre seu trabalho, deu para perceber o quanto Wagner é uma excelente pessoa e um ótimo escritor.
    Usar vampiros como arma durante uma guerra de interesses pode ser algo perigoso e muito envolvente, Mônica usa todo seu poder de sedução e consegue atingir seu motivo de matar quem entrar em seu caminho, um dos pontos positivos é se passar no nosso país, podemos literalmente nos sentir dentro da história e também a dúvida que é inserida se a jovem pode amar, se mesmo na morte o sentimento é capaz de vencer a escuridão, eu particularmente acredito que sim, mas muitos desafios teriam de ser enfrentados, darei uma chance para o autor e já esperando por novos livros dele!

    ResponderExcluir
  6. Curti muito a história do livro! Com vampiros e toda essa ação! E adoro escritas rápidas, sem rodeios. Ja quero!
    ;D

    Www.cidadedosleitores.blogspot.com (TÁ ROLANDO SORTEIO)

    ResponderExcluir
  7. Admiro muito quando o autor tem esse carinho e atenção pelos leitores. E se fosse no meu caso também estaria toda feliz por ter essa atenção de um autor que conquistou tanto. Amei a resenha, e fico muito feliz em saber o quanto você gostou da história, que é cheia de aventuras.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Gosto da mescla que aqui se faz, de horror/magia/política/subversão/beleza/colóquio... tudo isso num caldeirão brasileiro, uma ótima receita... a pauta do amor também cerca a história. Me parece bom, nada enfadonho, e fico feliz de uma narrativa dos tempos atuais da terra brazilis tão bem nascida. Em tempos de comédias nacionais invadindo no cinema... já imagino o povo se encolhendo assistindo Mônica... Já tá no top 10 das minhas novas aquisições. Bela resenha. De dar água na boca.

    ResponderExcluir
  9. ah, vou te contar viu..
    Reúne as coisas que adoro, vampiros, regime militar brasileiro, e um romance pra juntar tudo e deixar a gente vidrado *-*
    que coisa lindaaaa!

    ResponderExcluir
  10. Tão bom ver autores brasileiros conquistando seu espaço! E pelo jeito (e resenha maravilhosa), Wagner mais do que merece este espaço e reconhecimento! Parabéns à Telma e ao Wagner, a primeira pelo coração enorme que conquista qualquer um e que sempre tem espaço para os autores da nossa terrinha, e ao segundo pelo talento e trabalho maravilhoso! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigadão, K. S. Broetto, quero muito, muito mesmo, escrever cada vez mais e melhor para vocês e poder ajudar, junto com todas as nossas autoras e autores nacionais de ficção especulativa, a consolidar no coração dos brasileiros que o Brasil é Fantástico, e que o Fantástico também acontece aqui e com nosso Povo! E assino embaixo de seus parabéns para a Telma, pessoa realmente incrível, com imenso e maravilhoso coração!

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!