04 abril, 2015

Resenha: Minha Mãe é Uma Peça

Minha mãe é uma peça, agora em livro e com histórias inéditas de Dona Hermínia

Essas crianças ainda matam Dona Hermínia de tanta preocupação. Após berrar com os filhos no teatro, no cinema e na TV, ela agora narra as desventuras com a família em livro. Marcelina, que está “imensa de gorda”, e Juliano, que em vez de trabalhar prefere decorar as coreografias daquela “cantora negona linda, a Cebion”, não são os únicos que escutam poucas e boas. Sobra bronca também para o ex-marido, Carlos Alberto, para a nova mulher dele, “a vaca da Soraia”, e para a empregada Valdeia, “que prefere ser chamada de secretária, mas ainda não chegou lá”.

Em sua estreia na literatura, Dona Hermínia — ou melhor, Paulo Gustavo, seu criador — fala sobre sexo, dietas e religião, dá conselhos de como criar os filhos, explica a antipatia que tem por Freud e sua “mania de colocar tudo que é culpa na mãe”, mostra como navegar na internet e faz seu guia de viagens. E, ao contrário dos manuais que ensinam como segurar o marido, conta os segredos para não perder o ex. 

Paulo Gustavo ficou famoso com o monólogo Minha mãe é uma peça, em cartaz desde 2006. Pelo papel, foi indicado ao Prêmio Shell de Melhor Ator. Em 2013, o espetáculo virou filme, que teve o maior público do cinema nacional no ano, com 4,6 milhões de espectadores. Agora, a dona de casa divertida e mandona, que arranca gargalhadas cúmplices no teatro, na TV e no cinema, surge no livro Minha mãe é uma peça em fotos, ilustrações e textos inéditos escritos com a colaboração de Ulisses Mattos e Fil Braz.



Oi, surtados gostosinhos da Telminha!

Ainda hoje falei para a Marcinha que tô numa época de leitura light (pode ser que dure 1 dia ou 1 mês). Aproveitei e terminei o livro Minha Mãe é Uma Peça, com histórias inéditas de Dona Hermínia.

Gente... eu não sou muito de rir em filmes ou livros mas, confesso que gostei demais! As tiradas bem humoradas da galera que escreveu, são ótimaaaaaas!

Em muitos momentos me lembrei da minha mãe... principalmente quando dona Hermínia, censura a super babá (Supernanny):


"Esquece essa louca dessa babá! Eu que sou mãe é que posso dizer como é que se cria filho. Com três regras eu tiro o emprego dessa vaca na TV. Não precisa nem fazer uma série inteira. me dá um programa de 15 minutos e suas crianças tão formadas pra ser cidadão de bem."


A partir daí ela me arrancou gargalhadas com as 3 regras que claro, você vai ter que ler pra saber.

Na sequência ela fala sobre preconceito (tem um filho gay e uma filha gordinha) e cara.... ela fala na pegada certa: sem preconceito... É impossível imaginar o preconceito ali porque não é simples tiração de sarro. É piada mas em cima de fatos, sem desvalorizar.

Veja o sumário do livro:



O sumário já dá uma dica de como o livro é engraçado. Todos os tópicos abordados são. É possível refletir em meio à comédia. Com esse livro percebi que sim. Uma reflexão com gargalhadas e leveza.

Uma das partes que gostei demais e deixo abaixo pra você, é quando ela resolve arrumar emprego para o filho Juliano. Ela mesmo faz o currículo porque quis "caprichar", uma vez que as empresas gostam de currículos cheios e Juliano nunca fez nada, nem sabe fazer...rs... só faz bagunça.

Vejam as duas folhas do currículo preenchidos e inspirem-se na renovação do seu:





Depois disso, Juliano é chamado e o caos é instaurado.

A Objetiva deixou esse livro um primor em toda sua edição, desde a capa, até as folhas grossas com letras grandes (adorooooooooooooooo).

Está recheada de fotos da peça e de alguns exemplos que dona Hermínia quer dar (por exemplo, anúncio de vagas de emprego em jornal - engraçadíssimo)!

É isso, bonitos!

Estão a fim de gargalhar?

Apostem nesse livro.

Beijos grandes e surtados!

Vou deixar esse vídeo de Dona Hermínia, pra você, assim como eu, quando estiver lendo, escutar a voz e sotaque dela e ver se você, mãe, se reconhece, ou se você reconhece sua mãe, nela....rs

Dona Hermínia fala dos filhos:
                 


19 comentários:

  1. Telma!
    Me acabei de rir só com esse curriculum, imagino quando ler o livro? Porque o filme já assisti e ri tanto que quase me urinei...kkkkkk
    Adoro o Paulo Gustavo ele é bem versátil.
    Como você ando em uma fase de livros ligths. Tenho lido livros tão pesados e ruins que até dá desânimo, juro!!
    Vou ver se consigo comprar esse.
    “Que o coelhinho traga muito mais que ovos de chocolate! Que ele lhe traga muita paz, amor, saúde, felicidade, compreensão e carinho. Feliz Páscoa!”.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy, coisa linda....
      Você vai rir demais! :))
      Eu devo entrar na minha fase negra logo mais... rs* e nela livros de horror e suspense fazem a festa.
      Me aguarde.
      Muitos beijos em você, queridona.

      Excluir
  2. Ahhh, acho que agora sei como fazer um currículo! Rindo muito aqui!
    Esperta ela.
    Parece ser bem engraçado mesmo Telma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engraçado mesmo, Cinthia.
      E que bacana que você vai fazer currículo baseado no dela...
      hauhauhauhauhauha

      Excluir
  3. Já assisti o filme e me amarrei. Agora quero ver se consigo ler. espero que seja mais engraçado ainda do que na telona. A mãe do cara é uma comédia só. Muito hilário. Pelo que vi aqui na resenha é bom. Agora é pegar pra ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beth,
      Espero que vc dê as risadas que eu dei!
      :))

      Excluir
  4. Telma, esse livro até eu gostaria de ler, rs.
    Paulo Gustavo é o único comediante que eu gosto e me faz rir.

    Bom ter resenhas que nos trazem o riso também, acertou mais uma Telma lindona :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, Marcinha....
      Eu sou difícil pra rir em comédias mas, a Sheila que me apresentou o Paulo Gustavo e ele realmente me faz rir muito.
      Eu escutei a voz dele no livro todo.
      Beijos, gatona.
      :)

      Excluir
  5. Comecei bem meu dia lendo sua resenha. :))
    Com um Curriculum Vitae deste não tem como ficar desempregado kkkkkkk
    Adorei a dica para leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Krys... acho que rimos o mesmo tanto!!! kuasakusaksuaksuka
      Eu pretendo, depois disso, modificar completamente meu currículo! :))
      muitos beijos em você!

      Excluir
  6. kkkkkkkkkk o filme já mata a gente de rir né imagina ai o livro, deve ser maravilhoso

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkk o filme já mata a gente de rir né imagina ai o livro, deve ser maravilhoso

    ResponderExcluir
  8. hahahahahahah adorei a resenha, já vi o filme e nossa dei muitas gargalhadas com ele, e espero ler o livro, creio que eu vá gostar muito mesmo, valeu pela dica.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai dar gargalhadas com o livro, com certeza, coisa linda.
      beijos
      :)

      Excluir
  9. Sério que ele consegue um emprego com esse currículo? Porque se for assim, vou copiar kkkk
    Se já ri com a sua resenha dirá com o livro. Pretendo muito ler o livro e assistir ao filme, claro.

    ResponderExcluir
  10. O que fizer do Paulo Gustavo?
    Apenas um dos melhores, se não o melhor humorista nacional no momento, fico feliz que ele tenha acertado em cheio no livro igual foi no filme, que apesar de engraçado consegue passar a mensagem de amor e carinho entre a família, o quanto dependemos principalmente de nossas mães que estão sempre lá para nos ajudar.
    Pelo sumário deu para perceber que trata de vários temas de forma leve e divertida, mas nos fazendo pensar, que currículo é esse? kkk
    Terminei de ler gargalhando, ficou demais, acho que vou fazer os meus assim, do jeito que anda a coisa, quanto mais inovador e "cheio" igual o do Juliano, melhor.
    Se já curti a resenha, imagina o livro, podendo passar mais tempo na companhia da Dona Hermínia!
    A edição ficou mesmo um show, parabéns a editora!

    ResponderExcluir
  11. Telma Myrbach, já assisti o filme, que amei de paixão, agora cm certeza vou me deliciar com o livro. Adoro!!!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!