16 janeiro, 2015

Resenha: Eu sou Ozzy

Eu sou Ozzy



Resenha por: Isa


Sinopse: "Ozzy Osbourne é um dos nomes mais importantes no rock. Ao formar a banda Black Sabbath, ele ajudou a moldar um estilo que, anos mais tarde, se tornaria conhecido no mundo todo e adorado por milhares de fãs. Além do impacto musical, sua personalidade carismática e desvairada foi responsável por sua popularidade. Nos anos loucos em que esteve à frente do Sabbath, Ozzy protagonizou episódios de exageros com drogas, os quais resultaram em sua saída do grupo. Iniciou uma carreira solo bem-sucedida, também permeada pelos excessos. Após a morte trágica do guitarrista de sua banda e grande amigo Randy Rhoads em um acidente de avião, Ozzy diminuiu o ritmo e a intensidade de seu comportamento, mas nunca o talento. Lançou discos excelentes que se tornaram clássicos e voltou a se reunir em algumas turnês com a antiga formação do Black Sabbath. Formou uma família tão feliz quanto insólita, o que lhes rendeu o convite para protagonizarem um reality show na MTV, "The Osbournes". Nesta autobiografia, o “madman” conta em detalhes e com muito humor sua trajetória de sucesso, escândalos, amor e muito rock ‘n’ roll."


Ozzy Osbourne é o cara mais louco que ainda habita esse mundo. Sou suspeita em resenhar sobre a biografia dele por um motivo simples:

·         Sou completamente, loucamente, alucinadamente APAIXONADA por esse cara, é sério gente, Ozzy é o CARA .... rs

Resolvi fazer a resenha desse livro, depois de uma das conversas que tive com a Márcia (colunista do blog) ela sugeriu “Faz a resenha do cara” e eu pensei ... Lógicooo, já tem um tempo que li esse livro, ganhei ele de presente de aniversário já tem uns anos, e não me canso de ler e reler e reler essa autobiografia do cara mais foda do planeta.

Reler "Eu Sou Ozzy", foi incrível, posso dizer que cada vez que estou ali com ele, lendo suas maluquices conheço um pouco mais desse cara. Este livro contém relato das histórias que Ozzy viveu ao longo de sua vida até em 2009 (um ano depois o livro foi lançado). É impressionante ver o quanto ele aprontou e mais ainda saber que o cara ainda continua vivo.

Primeiro preciso dizer que se você não curte um texto com palavrões e coisas do gênero, nem pense em ler essa biografia, mas se você não tem problemas com isso, se prepare. Quando eu disse que não existia pessoa mais louca que esse homem na Terra, eu falei a mais pura verdade. Eu ri praticamente a cada página do livro. Ao lê-lo você se sente tomando um café com o Ozzy, enquanto ele te conta tudo o que ele passou, os anos loucos de sua vida. Vemos o lado desajeitado dele como um pai de família. Também vemos como é louca, cômica e apaixonada a relação dele com a esposa, Sharon.

Ozzy tentou ser ladrão, mas sua incompetência o fez parar na prisão. Logo após a saída do xilindró, John Michael Osbourne tentou vários empregos. Foi abatedor de animais, afinador de buzinas, e teve um trabalho onde sua vocação para drogado começou a aparecer. Ozzy abandonou todos os empregos comuns – de formas completamente bizarras, claro. Afinal, o que ele queria mesmo era ser um rockstar! A coisa não deu certo logo de início, mas o destino deu aquele proverbial empurrão, colocando-o frente a frente com um antigo conhecido dos tempos de escola: Tony Iommi. E é ai que tudo começa ... No meio de uma rotina regada a sexo, (muito mai sexo) drogas e rock’n’roll, a banda seguiu gravando excelentes álbuns, mas Ozzy e o co-autor do livro encontraram outro fio condutor para dar liga à obra: a facilidade do vocalista para se viciar em QUALQUER COISA que o deixasse ainda mais louco do que já era. Veja bem, todos os integrantes do grupo eram viciados de carteirinha. Mas Ozzy Osbourne superava Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward juntos! Black Sabbath já estava mal das pernas. Seus últimos álbuns não venderam tanto, e Ozzy – cada vez mais chapado – sendo desrespeitoso com seus colegas de banda, que já nem se consideravam tão amigos assim. Foi aí que se deu a famosa cisão: Tony e os caras deram um tchau para o seu vocalista, que cedeu o posto para o tremendão Ronnie James Dio.

Para mim o livro é dividido em duas partes - A primeira parte do livro pode ser considerada uma antologia de palhaçadas e situações bizarras, a segunda metade trata de assuntos sérios. Ou de como as comédias promovidas pelo Mr. Madman foram se tornando casos de polícia. Mas, ainda mais pesado do que o comportamento autodestrutivo de nosso protagonista, sem dúvida foi o acidente que vitimou Rhandy e Rachel (uma senhora que integrava a equipe do cantor)..

Alguns trechos ...


"Meu pai sempre disse que eu iria fazer algo importante um dia.
'Sinto isso, John Osbourne', ele me dizia, depois de algumas cervejas. 'Ou você vai fazer algo muito especial, ou vai acabar na cadeia.'
E ele estava certo, meu velho pai. Fui parar na cadeia antes de completar dezoito anos."


Estava a ponto de sair de casa quando ouvi Thelma descendo as escadas. Ela entrou na cozinha e disse: "Vou até a casa da minha mãe pegar as crianças". Fiquei olhando enquanto ela pegava uma pilha de revistas Good Housekeeping da mesa e a locava numa bolsa. Aí, parou e olhou para mim, parado ali, ao lado da geladeira, de cueca e roupão, cigarro na boca.
- Você alimentou as galinhas? – perguntou.
  Eu falei
- Elas estão com defeito.
- Vá alimentá-las, John, pelo amor de Deus. Ou, sabe o quê? Deixe que elas morram, não me importo mais.
- Vou até o pub.
- Usando o roupão felpudo que ganhou de Natal?
- É.
- Classe, John. Você tem muita classe.
- Você viu meus chinelos?
- Procure na caminha do cachorro. Volto às oito.



" Quanto ao que vão colocar na minha lápide, não tenho nenhuma dúvida. Se fecho os olhos, consigo ler :
Ozzy Osbourne, nascido em 1948.
Morreu, tanto faz.
Ele arrancou a cabeça de um morcego. " 



A única magia negra com a qual o Black Sabbath se envolveu foi uma caixa de chocolates.” - Ozzy Osbourne


É um livro que eu indico bastante, não só por ser de um dos meus cantores preferidos, mas também porque nos faz ver um lado do mundo da música do qual não conhecemos, vemos como a mídia manipula as entrevistas e ainda por cima, vemos que cantores são muitas vezes, como nós.

Com certeza merece muito mais do que cinco estrelas ... rs


 
























15 comentários:

  1. Isa, ele quis ser ladrão (por profissão) isso foi "Uau"! Fiquei pasma aqui. Mais ainda, ele ser incompetente e ir parar na prisão! Menina, esse cara é louco!

    ResponderExcluir
  2. Isa

    Iniciou bem 2015, Ozzy é tudo de bão, e que bom que seguiu meu conselho de resenhar este livro incrível.

    Acho que nunca conseguiria falar deste livro e você mesmo sendo mega fã deste maluco, conseguiu falar tão bem para as pessoas que não conhecem sua história ou mesmo da banda.

    Sabe que você tem toda a razão, este livro é para qualquer leitor, eu mesma emprestei para duas pessoas que não gostam de bandas de Heavy Metal ou mesmo rock, e elas curtiram muito a leitura.

    Parabéns lindona, resenha foda

    ResponderExcluir
  3. Sou louca para ler essa biografia! Ouvia bastante Ozzy há uns bons anos, atualmente faz muito tempo que não ouço, e como perdi muitas músicas que tinha no outro pc, tenho pouca coisa dele hoje. Mas o cara é mesmo phoda, e é uma das figuras mais engraçadas ever. Algum dia ainda quero ler esse livro, sua resenha me fez ter mais certeza disso.

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  4. Marciaaa \m/ \m/

    Acredito q essa foi a resenha mais fácil e gostosa que já fiz,só tive q me conter em não acabar escrevendo um livro ao invés de uma resenha,rs. Amo esse maluco, amo de vdd, sempre digo q o meu sonho é ver ele ao vivo e a cores (impossível). É fascinante a maneira em q ele escreveu esse livro (pq foi ele mesmo gente, não foi um jornalista ou coisa do gênero) ele apenas recebeu ajuda do jornalista americano Chris Ayres para organizar suas lembranças, e nada mais. Vale muiiiitoooooo a pena ler ... :D

    ResponderExcluir
  5. Aline, sem sombra de duvida vc vai se amarrar lendo a biografia do cara, o livro tem 384 paginas, mas muitas delas são fotos exclusivas dele jovem,menino,dos pais,com a família atual (pq ele se casou primeiro com a Thelma ... Anos depois com a Sharon) rs ... Leia, não vai se arrepender! ;)

    ResponderExcluir
  6. Oliveira,

    Para vc ver, o cara era tão desastrado e sem noção q nem vocação para ladrão ele tinha ... hahahaha, dei altas risadas durante a leitura, geralmente biografias são "chatas" (digamos assim) mas essa é totalmente diferente das que eu ja li ... Totalmente animada,agitada e com detalhes de tudo, tudo mesmo! :)

    ResponderExcluir
  7. Isa, vou dizer que sua resenha ficou fantástica justamente por elogiar demaaaaaaais o Ozzy. Ele é o cara, realmente. E adorei cada ponto abordado. A obra deve ser digna de aplausos e mostrar o outro lado da música é sempre muito bom.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  8. aiiiiii eu quero muito ler esse livro!!!
    Minha adolescência foi regada a Ozzy (dentre outros metais).
    Fiquei maluca por essa resenha! Perfeita!
    Ah! E obrigada pelo meu trecho... o trecho de Thelma. Como assim não foi por mim que colocou aqui??????? :-s
    Foi, sim.... :p

    ResponderExcluir
  9. sempre, Marcinha....
    sou um ser, por definição, ciumentinha! :p

    ResponderExcluir
  10. Muito boa resenha, a vida do ozzy certamente é muito curiosa,sou super fã do cara, fiquei com uma vontade de compra esse livro,rsrsrs
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  11. eu li o inicio do livro pq tenho um livreto, e só fiquei com mais vontade ainda de ler. Ozzy é mito <3
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Ozzy é sem sombra de dúvidas uma das personalidades mais irreverentes da história, sem contar sua grande importância junto ao Sabbath para a música. É juntar o gênio e o louco.
    Essa é com certeza uma biografia que entra pra lista das minhas próximas aquisições, afinal é sempre educativo aprender mais sobre como diferenciar um morcego, ou até mesmo aprender como colocar seu amigo bêbado em uma canoa e solta-lo sozinho em um lago.
    kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!