19 agosto, 2014

Um Brasileiro em Berlim







Por Marcia Cogitare






Autor - João Ubaldo Ribeiro

Editora - Objetiva

Páginas - 136









Mesmo depois dos 07X01, sacolada vergonhosa, dada pela Alemanha em nossa “seleção” na Copa de 2014, ainda assim continuo mantendo meu forte interesse pela Alemanha e sua cultura.


E esta semana, resolvi juntar minha ignorância literária acerca do respeitadíssimo João Ubaldo Ribeiro, membro da Academia Brasileira de Letras, e meu crescente interesse pela Alemanha.



Para os desavisados, infelizmente, João Ubaldo acabou por falecer neste último mês de julho, uma perda para todos nós leitores brasileiros e alemães, onde ele era muito conhecido e por outros países, onde suas obras foram traduzidas.



Mas chega de tristeza e vamos falar sobre este pequeno livro de crônicas, que é a compilação das crônicas escritas para o jornal alemão Frankfurter Rundschau.



Através do convite da DAAD - Deutscher Akademische Austauschdienst (Serviço Alemão de Intercambio Acadêmico), João Ubaldo e toda a sua família desembarcam em Berlim na década de 90 (este livro é de 95).



O autor brinca muito sobre os esteriótipos do alemão sisudo e do brasileiro relaxado hardcore. Claro que isso pode gerar desconforto em alguns leitores brasileiros mais “alemãozados” rs, mas os brazucas em geral, com certeza levará na maciota, o humor irônico do autor.



O livro aborda desde a chegada ao aeroporto gigantesco de Frankfurt, sua aprendizagem da língua alemã, suas cagadas nas tentativas sempre esquisitas de se comunicar, seu embate com um alemão que não aceitou o fato de ele não saber sua língua e por isso , saiu cuspindo marimbondos e sem consertar seu fogão, serviço solicitado por um Ubaldo chocado,rs -  (acho que o alemão não estava num bom dia).



O choque cultural em ínfimos detalhes, tais como:  nunca se deve pagar algo dando o dinheiro diretamente nas mãos do camarada alemão, mas existe um raio de bandejinha (pra mim é um dos mistérios da existência), onde se deve depositar o dinheiro e pegar o troco.



Algumas dicas para se dar bem na Alemanha, aprenda a dizer por favor (bitte) e isso de forma criativa (com as várias carinhas, tipo o gato do Shrek), segundo Ubaldo isso é IMBATÍVEL (adoro esse Ubaldo fanfarrão).


Cuidado com os raivosos ciclistas alemães, eles não perdoam, quando você está na faixa deles (Placar de atropelamento de João Ubaldo em Berlim – Carros 00 – Bicicletas 08).


Em Berlin, ele encontrou um alemão, que dizia não ser alemão, mesmo tendo nascido ali, uma doidera phoda, leiam.


É de extrema importância, conhecer a Amazônia e os índios, parece que os alemães se concentram neste tópico para uma conversa inicial com os brasileiros (na década de 90 era assim, hoje não sei). Afinal não queremos decepcionar ou mesmo irritar algum alemão, não é mesmo.



A polícia por lá, resolve até “roubo de galinha”, e não senta a porrada como por aqui, não se preocupe, sei que a maioria dos brasileiros tem medo de polícia, mesmo quando nada devem, triste, mas verdadeiro.



Bem, um brasileiro em Berlim é um livro muito divertido, e por isso, deixei as melhores histórias para vocês descobrirem durante a leitura.




Tschüss




Trilha sonora da banda alemã - Rammstein








40 comentários:

  1. Uma grande perda neh flor infelizmente acontece ainda bem que tem suas obras eternamente aqui
    Um beijo, te espero no blog
    Blog livros com café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livros com café

      Sim, uma grande perda para nossa literatura, mas como vc mesma disse, ficam as obras e podemos conhecer um pouco deste autor sensacional.

      Hoje dei uma olhada rápida em teu blog, mas vou dar outra visitada com calma.

      Hug

      Excluir
  2. Sou uma leitora que desconhece o Brasil, tanto fisicamente (o mais longe que fui foi SP =P) quanto literariamente falando. Me sinto mal em desconhecer a maior parte dos grandes autores brasileiros e conhecer tão bem os de alguns outros países estrangeiros. Com João Ubaldo é exatamente assim T.T Mas você acaba de me incentivar a ler meu primeiro livro dele! Adorei mesmo mesmo a resenha! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Príscila, vc me deixa muito feliz e motivada para continuar a resenhar neste cantinho tão especial pra mim.

      Infelizmente muitos dos leitores brasileiros desconhecem seus autores, mas nunca é tarde para começar né.

      Agora fiquei curiosa em saber que estado vc mora.

      Hug

      Excluir
    2. Marcia, eu moro em João Pessoa - Paraíba kkkkk

      Excluir
  3. Marcinha,
    Você sabe que Alemanha é seu destino reto e certo... Li a resenha e me imaginei no lugar do Ubaldo (dói perder quem é tão bom, né?). Ri aqui só de ser sua resenha articulada, bem humorada, na linha do "dry humor".
    eu amo Rammstein!!!!!! Só amo mais Megahertz! ;)

    ResponderExcluir
  4. Hallo, Telma

    Alemanha que nos aguarde,rs.

    Que lugar da Alemanha é o Nicolas?.

    Não conheço Megahertz, vou procurar.

    Tschüss lindona



    ResponderExcluir
  5. Márcia!
    Os livro do João Ubaldo são hilários e tem um humor um tanto ácido que além de nos fazer rir, nos faz questionar determinadas coisas...
    Já li outros dele, porém esse ainda não tive oportunidade.
    Agradeço sua análise e indicação.
    Boa semaninha!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy, foi minha primeira experiencia com João Ubaldo, e amei tanto, que sai da coluna de hqs e invadi o espaço dos livros aqui.

      Qual vc indicaria como uma segunda leitura?.

      Hug e uma excelente semana pra vc tb

      Excluir
  6. Marcia esse livro parece muito engraçado, divertido, amei sobre as bicicletas (muito muito engraçado). Me conquistou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cinthia, além de informações bacanas sobre como é viver na Alemanha, ele aborda o assunto com leveza, irônia, um humor rápido e engraçado.

      Espero que leia e curta

      Hug

      Excluir
  7. Respostas
    1. Nataly, pode confiar, é um livro excelente :D

      Excluir
  8. João Ubaldo deixará saudades, não tive oportunidade de ler suas obras, mais um autor que engrandece o nome do nosso país fora dele, sem dúvidas merece meu respeito. Procurarei mais sobre ele e suas obras.
    Beijos, Marcia.
    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S.: A Capa do livro é um show a parte, linda!
      =D7

      Excluir
    2. Kris, João Ubaldo é um escritor que sem dúvidas deve ocupar a lista de leituras obrigatórias. Este livro em especial, é uma leitura muito leve e divertida, mas ainda assim traz reflexões sobre o jeito de ser desses dois países - Brasil e Alemanha.
      E a capa é bacanuda mesmo.

      Hug

      Excluir
    3. Leitura leve, então eu devo dar conta de ler em ebook vou procura-lo.
      Obrigada Marcia <3

      Excluir
  9. Mas q legal, essa cronica do Ubaldo deve ser bem humorada, e assim sabemos como é complicado aprender a língua Alemã.
    Pena q ele partiu cedo demais, mas nos deixou coisas gostosas para apreciarmos.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  10. Tamires, João Ubaldo é amor.

    Já a língua alemã, é complicadinha pra brasileiros, mas nada impossível (estou tentando aprender).

    Leia este livro do Ubaldo e volte aqui para trocarmos figurinhas.

    Hug

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bom?
    Eu gostei muito da resenha, ainda não tinha ouvido falar do livro, e eu tenho interesse na cultura alemã, não só desse país, e mesmo o Brasil tento levado aquela sacolada do país, eu continuo gostando dele.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hallo

      Camila sua linda, amamos o Brasil, apesar dos pesares né.
      Leia as crônicas, tenho certeza que irá se divertir.

      Bis bald

      Excluir
  12. Infelizmente não tive o prazer de ler nenhuma obra de João Ubaldo.. Mas com certeza depois de sua resenha irei procurar...
    Gostei das dicas sobre a Alemanha...
    Se um dia eu for a Alemanha me lembrarei de sua dica e ficarei esperta com os ciclistas...
    Huahuaaa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cinthia, fique mesmo esperta com as magrelas alemãs,rs, e Ubaldo é muito divertido, espero que vc goste, depois volte aqui pra me contar.

      Hug

      Excluir
  13. Comigo será uma brasileira em Berlim, kkkkk

    ResponderExcluir
  14. Realmetne foi uma grande perda pra nós.. Ele era um escritor sensacional...Mas, falando do livro, eu amei a forma divertida que você escreveu sua resenha pra falar dele...fiquei mega afimd e ler o livro por sua causa.A cultura alemã é interessantíssima....Arrasou na resennha...bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, me diverti muito lendo este livro, a resenha saiu fácil e com muita alegria.

      Depois de ler, volte e me conte suas impressões.

      Hug

      Excluir
  15. Respostas
    1. Taty, o motivo de continuar a escrever resenhas, é justamente esse, a possibilidade de gerar nos leitores do blog o interesse por determinada obra.

      Vc me deixa muito feliz em comentar por aqui, e também em saber que vc se interessou pelo livro por conta de minha resenha. Alcancei meu objetivo.

      Hug :D

      Excluir
  16. Márcia, fiquei tão encantada com sua resneha que fui atrá do livro e quase tive um infarto ao ver o preço que me cobraram quase 50 reais pelo livro com o frete. O frete estava praticamente a metade do preço do livro...assim meu bolso não aguenta. Vou esperar uma promoção..s.rsrs

    ResponderExcluir
  17. Aline, tem ele de forma alternativa, se é que me entende.

    Hug

    ResponderExcluir
  18. Uma grande perda neh flor infelizmente acontece ainda bem que tem suas obras eternamente aqui
    Um beijo, te espero no blog Um beijo, te espero no blog
    blog Livros com café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pepi, é a lei da vida né, mas como vc disse, fica as obras. Leia e volte aqui para trocarmos ideias.

      Hug

      Excluir
  19. Eu não fazia minima ideia de quem era João Ubaldo até agora,pq meu interesse em livros brasileiros é muito pequeno,vergonha.Eu até vou procurar obras dele pra ler,pq pelo que vi foi um autor,muito bem respeitado e fez um ótimo trabalho na literatura brasileira.adorei a resenha,fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bárbara, este foi minha primeira leitura dele, mas vá atrás, é divertido e instrutivo.

      Hug

      Excluir
  20. Esse livro deve ser ótimo e muito divertido, adoro livros de crônicas.
    Fiquei curiosa pra saber mais sobre ele, vou procurar por ele aqui. Fui pesquisar sobre o autor e descobrir que ele é pai do lindo comediante Bento Ribeiro, é uma pena ele ter morrido. :l
    Ótima resenha, me interessei muito pela leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ingrid, valeu e procure mesmo o livro, vc não irá se arrepender.

      Hug

      Excluir
  21. Nunca li nada do João Ubaldo Ribeiro, mas gosto muito de crônicas. Fiquei interessada por você ter mencionado o tom irônico presente no livro, aspecto que sempre me atrai em tudo o que leio. E, finalmente, crônicas sobre outro país, outra cultura, e essa inevitável comparação com o brasileiro, cara, esse tipo de temática sempre rende muitas risadas e um tanto mais de aprendizado.
    Ah, sobre isso de ele ter encontrado um alemão que não aceitava o fato de ele não falar a língua, isso aconteceu com a mãe do meu namorado num restaurante na Alemanha - e isso só há alguns anos atrás. Não serviram ela, mesmo tendo feito o pedido em inglês. Enfim...

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, é muito divertido e ao mesmo tempo você acaba por conhecer um pouco a cultura alemã e as experiências do Ubaldo.

      Essa coisa da língua é um problema, não adianta vc falar inglês, porque o alemão geralmente irá responde na língua dele, e ai vc se fu... né.

      Bis bald

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!