02 maio, 2014

Resenha - O Cisne

http://surtosliterarios.blogspot.com.br/2014/05/resneha-o-cisne.html

Por Cinthia



Cisne

Uma Geração. Todas as Decisões



Ninguém sabe exatamente quais são os critérios de seleção da Escola Avançada de Champ-Bleux, mas não há como discutir sua eficácia. Seus exames de ingresso não erram nunca! Entre milhares de candidatos de todos os pontos da Terra, apenas duzentos e cinquenta são escolhidos a cada semestre. E, num mundo onde ser cientista é o maior status que alguém pode desejar, a Escola Avançada de Champ-Bleux forma aqueles que são disputados a peso de ouro. Doris e Henry Melbourne são cientistas formados por Champ-Bleux. Aparentemente, são biólogos marinhos. Aparentemente, suas vidas se centram no Cisne, barco de pesquisas onde moram com os filhos. E, também aparentemente, são terráqueos... Seus filhos acreditam em todas essas aparências – ao menos por enquanto. Seguindo os passos dos pais, os jovens Melbourne fizeram os exames de ingresso para Champ-Bleux. Enquanto, cheios de expectativa, aguardam os resultados para saber se ao menos um deles entrou na Escola Avançada, veem-se envolvidos numa questão diplomática entre Terra e Tarilian, o único outro mundo habitado que os terráqueos conhecem. Inesperadamente, o futuro das relações entre os dois mundos vai ser decidido em um barco no meio do oceano! Mal sabem eles que isso é apenas o começo... Logo precisarão decidir pela Terra inteira!




Já havia lido resenhas sobre esse livro em alguns blogs, mas não tinha decido lê-lo, e após estar vagando na Amazon e encontrá-lo, baixei para ver como era.


Gente, pensa em uma surpresa inesperada, mal conseguia parar de ler o livro. Fazia muito tempo que um livro não me prendia da forma que fiquei presa ao computador, e olha que são 832 páginas de leitura viciante!


Um livro em que o cenário construído nele parece saltar das folhas e se caracterizar como em uma tela de TV, de tão nítido que ficou devido à forma expressa na escrita. Há partes do livro que não sabia se estava assistindo ou lendo de tão viva é a escrita da autora, ela me surpreendeu, e não só com a escrita, como também em todo o resto: tecnologia, criatividade, diálogos, narrativa, e acreditem, até com a política utilizada, que é algo crucial para se entender toda a história. Entretanto, nem pensem ser cansativo, lamentei o dia ter só 24 horas, pois queria lê-lo ininterruptamente.


Exagero? Absolutamente, não! Foi assim que fiquei.  Mas, vamos à história.


Peggy Saint-Mont fora adotada por uma família que mora em um barco de velas solares, utilizado para pesquisas em alto mar por Doris e Henry Melbourne, biólogos marinhos, que possuem sete filhos: Teo e Ted (gêmeos) de 16 anos, Tim e Tom (gêmeos) de 15 anos, Pam de 14 anos, Lis de 13 anos e Bobby de 8 anos. Todos eles moram no Cisne, o barco é a casa deles, e todos são sua tripulação, comandados pelos pais.


Peggy possui a mesma idade de Pam e ela se acostumou facilmente a sua nova vida e a rotina no Cisne. De um lado as pesquisas são realizadas e levadas a sério, mas do outro, Cisne leva um apanhado de adolescentes com seus temperamentos e hormônios a mil por hora. Tim, é o agitador e Peggy o ajuda em todas, e é a personagem mais intrigante do livro. Cair nas garras do Tim é pior que ser pego por um furacão em alto mar, mas ele traz toda felicidade para dentro do barco e também para nós leitores. Ele é muito, muito engraçado! Claro, os outros não ficam muito atrás.


Cada qual possui a personalidade muito bem construída, com uma determinação ferrenha que os caracterizam únicos. Mas, a ansiedade fica grande no barco, pois todos os irmãos, menos Bobby – devido à idade, fazem um teste para a Escola Avançada de Champ-Bleux. Uma renomada escola que forma cientistas renomados, e ninguém sabe quem vai passar, ou não.  Para piorar, vão ter de ajudar no término do estágio de dois novos cientistas e levarem dois repórteres a tira colo.


Aparentemente, é isso! Mas, é só aparente!


Pode parecer que será um livro a ser discorrido sobre as aventuras e desventuras de biólogos marinhos atrás de baleias, golfinhos, focas e plânctons, e seus filhos aspirantes a seguir os passos dos pais. Também pensei isso quando fui lê-lo, e me deparei com uma mistura de tecnologia e poderes, com mentes extraordinárias, com direito a Cidades Espaciais e astronautas, força de vontade e carisma, vários mundos dentro de um mundo e fora dele, tudo envolto na simplicidade que permeia os personagens. Tudo isso relacionado a um barco na Terra, que levam quatro passageiros extras que transformam a viagem dele em um problema intergaláctico.


Ao prosseguir a leitura vai-se percebendo que há algo mais por traz dessa família excepcional, principalmente da Peggy (a garota que “transforma” seus cabelos em cristais reluzentes – será que é isso? Não, não é. Nada é o que pensamos). O livro é cheio de mistérios!



Tudo nesse mundo entre mundos mágico-fantásticos criados pela autora permeia entre a realidade e aspiração de poucos aparentes objetivos de seus personagens. E assim, a autora foi desenvolvendo cada um. O crescimento deles é paulatino, detalhado, com a junção de vários outros personagens (são muitos). A apresentação de todos é gradativa, mas se você prestar atenção na política logo percebe o ponto de junção entre eles, mas não pense que desvenda o mistério... um só? Não! Vários mistérios vinculados a uma só problemática. Ela faz nossa cabeça dar voltas pensando o que vem depois, e sabe amarrar a história.


Fiquei impressionada como a autora conseguiu mostrar a capacidade de o ser humano em ser o mesmo, independente das raças de origem, a capacidade de sempre buscar intrigas e conspirações, a capacidade de tornar todas as coisas difíceis, sendo elas tão fáceis.



O livro dessa autora causa perplexidade ao leitor, envolvendo aventura, ficção científica, comédia e uma boa dose de história e lendas antigas - fantasia. Em resumo, o livro dela é uma simples complexidade, feito para aqueles que amam pensar!


Quem não leu, não sabe o que está perdendo!

Cisne é uma aventura emocionante!

“- Quanto a vocês, Doris e Henry Melbourne, não tive ainda o prazer de conhecê-los pessoalmente, mas houve alguém que conheci e que os conheceu muito bem. Essa pessoa costumava dizer que uma vida só é bem vivida se há nela coerência entre o que se acredita e o que se vive, e que acreditar em valores tais como verdade, honestidade e coragem de nada vale se essa crença não se torna ação concreta. Viver essa crença é o que dá ao ser humano seu sentido de honra e integridade. ... Tenho certeza de que o doutor Carl Jason, se ainda vivesse, ficaria satisfeito ao ver que aprenderam e puseram em prática os princípios que, por toda sua vida, procurou ensinar.”

http://surtosliterarios.blogspot.com.br/2014/05/resneha-o-cisne.html



Se gostou, coloque o livro entre seus desejados no
http://www.skoob.com.br/livro/279984-cisne



Série
Livro 1
832 páginas
Eleonor Hertzog
Editora: Dracaena

30 comentários:

  1. Cinthia,
    Sua empolgação nesta resenha foi tamanha que não há outra solução: estou com necessidade física desse livro!
    Preciso e vou lê-lo!
    Amei a resenha!
    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Telma, você vai amar! Tenho certeza que vai se apaixonar também por cada um dos personagens e o carisma da família Melbourne.

      Excluir
  2. Pela capa eu pensei que seria um daqueles livro paradidáticos infantis ... Após ler sua resenha percebi que estava completamente enganado ... Plot do livro parecer bem interessante, fiquei curioso. Parabéns, a sua resenha está ótima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nada de infantil. O que há são homens bonitos e mulheres mais ainda. Sei que Teo e Ted vão arrancar vários suspiros em muitas moças que lerem, e tem os príncipes. E, as meninas são belas, tão belas que tem uma destinada a se parecer mais com uma sereia que uma humana. Eleonor descreve muito bem seus personagens. Obrigada!

      Excluir
  3. Nossa pela tua resenha vejo que o livro 'O Cisne' é realmente surpreendente! Ainda mais eu que amo livros de ficção científica e fantasia. Parece ser D+ !! Irá para minha estante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ama esse tipo de livro, então leia, quando o fizer, vai ficar: "porque não li antes".

      Excluir
  4. Alohaa!!

    Confesso que a capa dela não em chamou a atenção (e não, eu não julgo um livro pela capa) mas sinceramente pensei que se tratasse de um livro infantil e com muitos bichinhos (abafa o caso).

    Sou muito curiosa e confesso que me empolguei so com a sua resenha, até porque que danado de tantos gêmeos são esses heim... dó dessa mãe kkkk.

    A tematica do livro parece ser bem diferente e nos leva para o mar e os seus misterios sem fim, no entanto não estou no clima de aventura no momento, mas vai estar na pilha de leitura ;)

    :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando fui lê-lo estava procurando uma leitura leve, descontraída. Vi esses golfinhos e o barco e pensei: vai ser bem infantil, a capa leva a isso sim. Mas, tem uns bichinhos másculos bronzeados por lá! (risos) E uns deles são os gêmeos. E não viu nada, até os filhos se perguntam o que ocorreu para os pais ficarem sem procriar por 5 anos. Acho que pela mãe, faria gêmeos a cada 9 meses, também, tendo o Henry por marido...

      Excluir
  5. Eu adorei a sinopse, a temática e o enredo do livro, mas achei a capa horrível .
    Não conhecia o livro, mas curti bastante sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Se tiver oportunidade, leia, compensa. Nele tem uma pitada de tudo que a maioria gosta, não sei como a autora conseguiu juntar tudo e dar sentido em tudo, como fez.

      Excluir
  6. Acho que vou participar de um Book Tour desse livro, estou ansiosa por isso.
    Beijos :)
    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Participe, e assim que ler, comente a respeito, quero saber opiniões!

      Excluir
  7. Não sou muito fã de livros que envolvem o mar, assim, como não sou fã de mar. Não entraria num barco nem que me pagassem, então a historia não me envolveu. Apesar da resenha ter sido empolgante e provavelmente ter despertado muito a atenção de quem gosta desse tipo de enredo. Pena que não é o meu caso... mas a capa é fofinha. Bjkssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ocorre comigo em avião... só entro dormindo um sono profundo!
      Pena não gostar desse tipo de livro, e a história não é restrita ao mar. Há pessoas com poderes como telecinesia, teletransporte (principalmente esse), então não fica restrito ao barco.

      Excluir
  8. O livro parece ser bastante interessante, e a resenha está muito bem escrita. Pela descrição, parece ser o tipo de livro que eu gosto. Vou adicionar à minha lista de leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o ler, quero saber sua opinião, vou amar saber!

      Excluir
  9. Serei sincera ao dizer que a capa e a sinopse não me agradaram. Não sinto muito interesse em histórias do tipo, ainda mais com essa quantidade de páginas. No entanto devo admitir que os elogios que fez a essa obra, são contagiantes. Acho que se houvesse oportunidade, leria por conta da sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro com muitas páginas, mas a escrita é muito dinâmica, leve e bem humorada, creio que isso fez com que lesse sem perceber. Se tiver oportunidade leia, e se possível amaria saber se gostou.

      Excluir
  10. Primeira vez que li uma resenha sobre esse livro e adorei! Parece realmente uma otima história, e eu adoro esse tipo de literatura, vou incluir na minha lista de livros para ler ainda esse semestre! bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma ótima leitura Luiza, espero que goste!

      Excluir
  11. Olhando para a capa do livro achei que era infantil mas a resenha me fez coloca-lo na minha lista de novas aquisições!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que lê-lo informe se gostou, vou amar saber!

      Excluir
  12. Devido ao motivo de a capa ser meio que infantil, a princípio eu não havia me interessado, porém, ao ler a resenha, me interessei.. Não parece ser tão infantil assim :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa tem essa aparência, mas não é infantil, e os personagens são lindos e lindas, e no livro 2 para quem espera algum romance, já começa. E foi muito bem trabalhado, o detalhe que gostei foi não existir triangulo amoroso (pelo menos até agora). Ela fez algo muito diferente e bem inteligente. Gostei bastante!

      Excluir
  13. Nossa, deve ser bom mesmo hem?!
    Beijos,
    Nanda do Maquiada & Esmaltada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, todos os três livros que li até agora são ótimos!

      Excluir
  14. Adorei a resenha. Perfeita!
    Apesar de conhecer o livro, essa é a primeira resenha que leio e sua empolgação me conquistou. Vou colocar nos meus desejados.

    ResponderExcluir
  15. Ai adorei! Parece aquele tipo de livro que vc lê e nunca mais esquece

    ResponderExcluir
  16. Já faz tempo que esse livro está na minha lista de compras e leitura, ainda não surgiu a oportunidade, quem sabe a Bienal não me ajuda com isso já que esse livro tem td p/ me agradar!

    miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!