15 maio, 2014

Monstros! - Gustavo Duarte









    Resenha por Marcia Cogitare


Monstros, me surpreendeu positivamente por suas escolhas simples, como a palheta de cores mínima e o plot da história, que nos remete imediatamente ao Japão e seus monstros gigantescos que arrasam suas cidades sem qualquer tipo de aviso.

Temos um herói incomum neste quadrinho, o Senhor Pinô dono de um buteco e do qual via rádio escuta a notícia de que toda a cidade está sendo destruída por 3 monstros gigantes, então ele com seu palitinho de dente na boca e seus apetrechos, vai em busca destas criaturas e pra nossa surpresa, ele não é um simples dono de um bar. 


Adorei essa coisa despretensiosa desse personagem, tudo acontece de forma muito sem alarde, isso é muito bacana.


Durante a “leitura” (este quadrinho não tem um único balão) deste quadrinho, pasmem, toda a história se passa em Santos, uma cidade litorânea, talvez por isso a cor azul seja a cor de maior predominancia do quadrinho, o que combinou muito bem ao estilo de desenho limpo e quase totalmente infantil de Gustavo Duarte (Lembrando que temos uma resenha no blog sobre outro quadrinho do autor – Chico Bento – Pavor Espaciar, só conferir, caso ainda não tenha visto ainda).

Além da homenagem aos filmes e produções japonesas de toda a espécie de monstros possíveis na ficção, eu particularmente fui atingida em cheio por um momento nostalgia mega blaster, onde pude me lembrar de minha infância, onde assistia todas as séries japonesas como Jaspion, Jiraya e outros ad infinitum..., na extinta TV Manchete (acabei de denunciar minha idade agora,rs) 

Agora vou parar de falar e mostrar a arte cinematográfica, porque sim, a arte de Gustavo Duarte tem movimento como num filme, tem panorâmica aérea, tem close, tem enquadramentos diferenciados, enfim, você acredita que aquelas pessoas e monstros de fato existem, então bóra ver alguns quadros desta hq tão bacanuda.


















































Trilha sonora que me acompanhou durante a resenha - Kyoju Tokuso Jaspion – Abertura original de Jaspion.

Link
https://www.youtube.com/watch?v=sYSL4-3TKkM











26 comentários:

  1. Mais um quadrinho que eu quero muito ler. Acabei conhecendo um pouco mais o Gustavo com Chico Bento em Pavor Espaciar e espero poder conhece-lo pessoalmente na bienal.

    Abraço =)
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Matheus, os quadrinhos do Gustavo Duarte são únicos, e ele é um cara muito receptivo, tenho certeza que irá gostar também da pessoa dele.

      E continue nos acompanhando por aqui

      Hug

      Excluir
  2. Nossa que legal, quando comecei a ler pensei que seria de algum artista estrangeiro. Fique feliz em saber que é de um Brasileiro. Diria orgulhosa, até.
    É uma pena morar longe e não poder conhecer esses artistas tão talentosos pessoalmente na bienal :/

    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kris, pode se orgulhar, os brasileiros são figuras carimbadas nas grandes editoras de comics como DC e Marvel.
      Parece que os quadrinhos nacionais ganharam novo fôlego nestes últimos anos.

      E que pena que você mora longe, é mesmo bacana conhecer os autores pessoalmente.

      E continue nos acompanhando.

      Hug

      Excluir
  3. Marcia como sempre botando pra quebrar com as resenhas, acho o maximo os desenhos perfeitos nos quadrinhos (esse monstro de inicio me remeteu ao Godzila, hahahaha) Gostei muito, parece realmente bom ! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então vc captou a ideia Isa, o Gustavo faz uma homenagem aos monstros japoneses e Godzzila é o mais conhecido por aqui.

      Esse quadrinho é excelente

      Hug

      Excluir
  4. Simplesmente amo esses desenhos, amo os traçados Marcia, para mim é uma arte linda! Parece ótimo esse quadrinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cinthia, este é uma quadrinho perfeito, a arte a sequencia, os esquadramentos, você até se esquece que não tem uma única fala.

      Vale realmente a pena correr atrás desse material.

      Hug

      Excluir
  5. Eu não sou muito fã de quadrinhos, mas esse sem dúvidas é muito bem feito. O mais interessante é que o enredo não tem uma única fala, a linguagem é completamente visual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ingrid, é um belo quadrinho para se iniciar no mundo da nona arte.

      Hug

      Excluir
  6. Ah que livro fofo asuhaush. Mesmo não sendo fã de quadrinhos, tenho certeza que eu leria esse e me divertiria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wlange, é mesmo fofo este quadrinho e com certeza vc iria curtir.

      Hug

      Excluir
  7. Adoro quadrinhos e estou super curiosa para descobrir como é possível entender essa história sem balões de diálogos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza, é um quadrinho simples, apenas deve prestar atenção nos pequenos detalhes, isso faz toda a diferença.

      Hug

      Excluir
  8. Eu adoro quadrinhos, esse parece ser muito legal, eu me lembrei de cara do Godzila quando li monstros e Japão, Huehiehue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, essa é a pegada mesmo, lembrar da terra do sol nascente.

      Hug

      Excluir
  9. Não curto quadrinhos, nem essa pegada anime... então, vou declinar desse!
    Beijos,
    Nanda do Maquiada & Esmaltada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, dá uma chance para a nona arte vai.

      Hug

      Excluir
  10. Quero muito esse. Perfeito!
    Amei a trilha sonora, lembrei minha infância rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, tu vai curtir e um quadrinho bacanudo demais.

      E que bom que não tô sozinha com o Jaspion,rs.

      Hug

      Excluir
  11. Gosto muito de mangás então acho que iria gostar desse!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lola, acho que lembra bem a pegada dos mangás, vc vai curtir.

      Hug

      Excluir
  12. Respostas
    1. Naira, é um quadrinho despretensioso, mas que acaba por fiscar vc, mesmo não tendo um roteiro tradicional, no caso os balões.

      Hug

      Excluir
  13. as ilustrações ficaram muito lindas,amei :-bd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bárbara, os tons pastéis deixa o quadrinho muito equilibrado.
      Gosto do domínio de storytelling do Gustavo Duarte.

      Não tem como nã amar mesmo.

      Hug

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!