19 fevereiro, 2014

Resenha: Anjo da Escuridão

Anjo da Escuridão — Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe

Resenha por Mallu

Editora: Galera Record
Páginas: 400

Como eu havia respondido na tag de Resoluções Literárias para 2014, ler Sidney Sheldon é uma das minhas principais metas para esse ano. E como faltam apenas 12 livros pra eu fechar todos os livros dele, estou fazendo a média de um livro dele por mês esse ano.

Em janeiro eu li "Escrito nas Estrelas" e trarei a resenha em breve (juro que já tentei escrever, mas não encontrei as palavras certas ainda). E hoje, terminei "Anjo da Escuridão" e tô trazendo minha opinião em primeira mão para vocês.

Como o Sheldon morreu em 2007, a Tilly Bagshawe (a pedido da viúva do autor) acabou dando continuidade a suas obras não terminadas. Muitos fãs ficaram piradinhos e é até compreensível, já que é difícil imaginar alguém substituindo o Sheldon. Mas na minha opinião foi uma parceria que deu certo. Ela conseguiu seguir a linha dos livros do divo e só nessa brincadeira já saíram quatro livros: "O Reverso da Medalha", "Anjo da Escuridão", "Depois da Escuridão" e "Sombras de Um Verão".

Sinopse: Um rico negociador de artes é brutalmente assassinado em sua mansão em Hollywood Hills. No chão do quarto, uma verdadeira cena de horror: Andrew Jakes está amarrado ao corpo nu de sua jovem e bela esposa, violentamente espancada e estuprada. O detetive Danny McGuire, comovido com a tragédia da linda e vulnerável mulher, empenha-se na busca do culpado. Mas todos os seus esforços mostram-se em vão e Angela Jakes desaparece misteriosamente depois de doar sua milionária herança. Anos depois, Danny está casado e trabalha como agente da Interpol na França quando é procurado por Matt Daley, filho do homem cruelmente assassinado. Danny não hesita em seguir as promissoras evidências que apontam para um único suspeito: uma brilhante assassina que está sempre um passo à frente de todos e que pode estar a um triz de encontrar sua nova vítima.

Resumidamente, essa é a história. Não tem como eu falar dela sem revelar coisas sobre o enredo, mas como já é de se esperar é impossível largar o livro enquanto não chega a última página. É uma leitura densa, mas que mantém um ritmo extraordinário até o final. Ah, e deixo um aviso: é preciso muito estômago. Em algumas partes cheguei a sentir repulsa e enjoo com tamanha riqueza na descrição de certas cenas.

Nessa história acompanhamos de perto o quanto um passado mal resolvido pode afetar nosso presente e trazer consequências no futuro. Traumas, medos, ilusões, violência, vingança, manipulação, abuso, obsessão, poder, dominação, maldade... É uma ficção que trás tanto da realidade que em determinados momentos fiquei pensando se não seria possível essa história ser real. Mas acreditem: por trás de tudo isso há uma história de amor.

Personagens femininas complexas e muito bem construídas é o marco de Sidney Sheldon e nesse livro, temos uma protagonista que não fica muito atrás de suas outras criações. A história foi muito bem amarrada, cheia de reviravoltas e com um final surpreendente.

Eu super recomendo para quem gosta de histórias com uma temática mais pesada ou quer se aventurar com algo diferente. Se não esse, você tem mais 25 opções de livros que com certeza não irão te decepcionar e que valem a pena ser aventurados.

Mallu

13 comentários:

  1. Oi Mallu, tudo bem?

    acredita que eu nunca li Sidney Sheldon? Achei o máximo essa sua meta do autor. Ele tem muitos livros e sempre leio resenhas muito boas sobre eles. Gosto de temáticas pesadas, mas nem tanto, depende do meu humor huahuahua

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu fico tão pesada quanto a obra, não consigo relaxar, mas nunca li Sheldon. Fiquei curiosa por ele se aprofundar no personagem feminino, deve ser uma escrita maravilhosa!

      Excluir
    2. Kel, para mim, qualquer hora é hora de ler Sidney Sheldon, haha. Mas como você ainda não conhece a escrita dele, tem que se sentir preparada para embarcar para o mundo tão real e ao mesmo tempo irreal que o Sheldon nos leva.

      E Larissa, ele não só se aprofunda nas suas personagens femininas, como também explora culturas, momentos históricos e nos apresenta uma riqueza imensa de informações verídicas. Então fica a ressalva de que além de uma leitura para "entretenimento", também é bastante informativa.

      Excluir
    3. Obrigada pelas informações! :)

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Sheldon entrara em minha lista de livros a serem lidos pra ontem, após esta resenha deliciosa de Mallu.

    Sensacional, adorei

    Hug

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bom?
    Eu ainda não li nada do Sidney Sheldon, mas pretendo mudar isso em 2014.
    Para começar eu quero pegar um livro mais "leve" do autor e só depois passar para os mais densos.
    A resenha ficou ótima. Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Parece um ótimo livro! Nunca li nada desse autor, assim que tiver oportunidade vou ler.

    ResponderExcluir
  6. Que capa maravilhosa! Eu compraria esse livro só por causa da capa. Que coisa artística, com letras grandes, palheta de cores muito bem escolhida, e eu adoooro silhuetas, ficou provocante na medida certa e muito linda.

    pensamentosquasediarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. AAh eu preciso ler esse livro! Adoro livros de investigação, e essa trama parece muito intrigante! Já estou colocando na minha lista do Skoob hahaha

    pensamentosquasediarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olha ai, um livro de Sidney Sheldon que eu não li! rs

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha. Achei o livro interessante. Ainda não conhecia esse autor

    ResponderExcluir
  10. Esse do Sheldon eu nunca li e olha que sempre que posso leio os livros dele, vou acrescentar ele aqui na minha lista pra comprar depois.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!