31 janeiro, 2014

Resenha: De Volta Para Casa

De Volta Para Casa — Karen White

Resenha por Cinthia

Até onde é possível apagar as lembranças?
Karen White
Páginas: 447

Desde o lançamento desse livro queria muito lê-lo. A Novo Conceito deu uma capa linda ao livro, a moça olhando pela janela a cidadezinha, infelizmente teve alguns erros gráficos, que não chega a atrapalhar a leitura. 
O livro é muito rico em detalhes, a escrita da autora é de fácil entendimento e a narrativa ocorre sob três pontos de vista: da Cassie, da Harriet e da Maddie. Mas, nem sempre foi assim. Logo no início do livro a autora apresenta uma nota aos leitores avisando que esse livro teve sua primeira publicação em 2002, tendo todos os exemplares vendidos, os leitores a escrevia pedindo que republicasse o livro, e só em 2009 o direito autoral retornou para ela, que, com sua própria Editora em 2010 ela o republica, mudando a narrativa de primeira pessoa para dar maior precisão aos detalhes expressos nele. Então, quando ela iniciou teve problemas para a publicação de seus livros, e sem dúvida para vender o direito de seu livro, teve por motivação a falta de dinheiro.
Talvez, meu encanto aumentou pelo ocorrido, pois amo pessoas que superam os obstáculos que, às vezes, a vida lhes reserva. Mas, vamos ao que interessa!
o a falta de dinheiro.eito de seu livro, teve por motivaç
Cassie Madison vai para Nova York depois de saber que a irmã e o namorado Joe estavam apaixonados. Lá ela constrói uma carreira promissora e está noiva de Andrew, seu patrão. Quando de madrugada o telefone toca e Harriet diz que o pai delas está morrendo, Cassie retorna até a sua cidade de Walton, na Geórgia.
Como já faz 15 anos que saiu de lá, por ser uma cidade pequena todos se conhecem, e possui aquele aconchego de todos se ajudarem mutuamente, e a presença de Cassie não seria despercebida. Logo na entrada já se depara com Sam, o garoto de óculos de lentes grossas que só costumava lhe dar notícias ruins.

- Nem todos os homens são iguais, Cassie. Alguns fazem questão de retirar toda essa parafernália externa para descobrir a verdadeira mulher que há por trás. É suado, mas vale o prêmio. Basta ser paciente.

A história não fica apenas no rancor e ódio que Cassie pensa ter, passa a mostrar o verdadeiro motivo do livro: o perdão, reencontro do seu lugar no mundo e do amor.
Harriet de longe é a irmã má, ladra de namorados. Ela é uma pessoa consistente, que sabe o que quer da vida, que busca o melhor não só para si própria, mas para toda a família dela e cidade. 
Do colar que Cassie carrega em seu pescoço, até a Magnólia plantada no gramado da frente da casa dela, tudo possui um significado pessoal para a família de Cassie que ela pensou ter perdido durante sua temporada em Nova York.  E como não bastasse toda essa pressão, Cassie vai ter que lidar com alguém que tenta destruir sua casa e com a cortesia extrema de Sam de estar com ela em todos os momentos.
A história se desdobra englobando toda a cidade, e muitas adversidades ocorrem na vida de Cassie, que abala não apenas ela, mas a todos em volta.
Não posso escrever muito sobre o livro, estou com medo de soltar spoiler. Só peço a quem for lê-lo: tenha paciência com a chatice inicial da Cassie por querer retomar rancores inexistentes. Continue a ler o livro para conhecer a grandeza de Harriet, o coração enorme de Sam e seu carisma, e cada um da cidade que marca presença no livro, você não vai se arrepender.

... – E acho que está enganada em relação a sacrifícios. Amor é só sacrifícios, grandes e pequenos. Só conhecemos o amor verdadeiro quando nos damos conta de que desistiríamos de tudo por alguém.

http://livrocomdieta.blogspot.com.br/2014/01/resenha-esconda-se.html 
Cinthia

17 comentários:

  1. Nunca tinha visto o livro, mas ele entrou para os desejados depois da sua resenha e dessa capa maravilhosa! :)
    Beijos,
    Blog Monomaníacas

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha ... Quero mto ler esse livro :)

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai se apaixonar pelo Sam e pela cidade, e vai sorrir muito! Leia mesmo.

      Excluir
  3. É muito interessante a questão do perdão, às vezes o personagem consegue mas o leitor não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O interessante é que a autora fez uma casuística entre o perdão e ressentimento, e com isso ela mostrou que damos nome a um sentimento e na verdade agimos por outro motivo, e não por aquilo que nomeamos. O que amei foi ela usar algo tão clichê para tratar de algo bem profundo, com dose de humor e também torcendo o coração de quem o lê.

      Excluir
  4. amei :D
    acho que gostaria de ler esse livro..
    eu julgo bastante livros pela capa, e amei essa capa linda,
    saber que o livro tbm é bom me deixa muito feliz e com vontade de ler :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daiani, tenho certeza que você amaria esse livro.

      Excluir
  5. Apesar de ter gostado muito da capa desse livro, fiquei com o pé atrás achando que poderia ser meio chatinho. Mas sua resenha mudou minha opinião. Vou deixar na minha lista e se surgir oportunidade, com certeza eu leio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a autora disse que a primeira edição lançada do livro no exterior era só sob o ponto de vista da Cassie dei graças a Deus no final do livro por essa edição relançada ser no ponto de vista das três (Madie, Harriet e Cassie), pois Cassie fica remoendo muito o passado, mas não é um livro chato, só ignore o inicio chato da Cassie.

      Excluir
  6. Não sabia que dava para vender os direitos de um livro apenas por um periodo. Achei que se vendesse, perdia o direito e pronto.

    Beijos,
    Nanda do Maquiada & Esmaltada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela vendeu e perdeu por completo os direitos sobre ele. Só após venderem o direito dele de novo para ela é que ela pode ter isso de volta. Pelo que ela fala no livro, os exemplares logo acabaram e quem comprou não publicou mais os livros, e quando ela teve condições foi atrás e comprou de novo o direito. Entendeu?

      Excluir
    2. que dó gente :s
      ainda bem que ela conseguiu de volta..
      se eu fosse a escritora teria entrado em pânico :(
      maior triste :s

      Excluir
  7. Concordo com a Fernanda Artesanatos...
    pois, gostei muito da capa desse livro, e realmente fiquei com o pé atrás achando que poderia ser fraco.
    A resenha mudou minha opinião e agora quero ler... assim que der, estará em minhas mãos... ;)

    bjooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não é um livro complexo, cheio de mistérios, é um livro simples que trata de coisas cotidianas e algo clichê, irmã apaixona e toma o namorado da outra irmã, irmã magoada some e anos depois volta... algo comum. O bom do livro é como Cassie passa a ver tudo, seu reencontro com a vida e tudo mais. Principalmente com Sam e a cidade ao qual ela passou não dar tanto valor... ela se redescobre. É bonito e triste.

      Excluir
  8. Gostei da resenha, mas não achei o livro muito interessante. Não faz meu estilo

    pensamentosquasediarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Adorei a capa. A resenha tbm ficou mt boa, parabéns

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!