12 dezembro, 2012

H.Q. Cicatrizes

Cicatrizes - David Small - Leya Cult - Barba Negra




Cicatrizes é uma autobiografia do escritor e ilustrador David Small, teve seu trabalho publicado para jornais e revistas (New Yorker, New York Times, Washington Post, Esquire e Playboy). Mas é mais conhecido como autor e ilustrador de livros infantis.

A narrativa cobre a infância de David até a sua adolescência  e um pouco de sua vida adulta e de sua família (FDP).

David desde seu nascimento teve diversos problemas de saúde, seu pai era médico, e naquele tempo onde a medicina era uma loteria (acredito que nunca deixará de ser, nunca será algo exato), seu pai resolve adotar um tratamento alternativoa radiação (Raio X), e isso terá uma consequência terrível para o garoto, que afetará toda a sua vida.



Prepare a caixa de lencinho, se vocêabre o bico facilmente, cuidado para não se desidratar de tanto chorar, porque esta Hq é por demais triste e dramática.

Para vocês sentirem o clima, do que é ser parte de uma família totalmente relapsa, a mãe de David, nesta Hq de mais de 300 páginas, ela sorri apenas uma única vez, e quando isso acontecer guarde o momento, você será surpreendido com o real motivo.

Relendo esta Hq, ficava pensando se fosse eu no lugar dele, o que eu sentiria, ou o que faria diante de tanto descaso e falta do mínimo de afeto e cuidado por parte de minha dita família. Inúmeras vezes, fiquei revoltada com os pais de David, eles viviam em mundos paralelos e estavam se lixando para os moleques (David tinha um irmão mais velho - Ted).


Tem um quadro (ilustração acima), na verdade uma página inteira da Hq, que me chamou muito a atenção, quando eles estão todos juntos a mesa, o silêncio é aterrador (e quem disse que o silêncio é mudo), as expressões faciais dizem tudo sobre aquele ambiente, o desconforto físico, onde o medo é algo visível e palpável.
Os olhos dos personagens, foi o que mais me impressionou, você consegue entender cada sentimento que o autor deseja transmitir naquele exato momento da narrativa só pelo olhar.

O desenhista é tão habilidoso, que muitos dos quadros não tem balões de dialogos, as expressões faciais e corporais já dão conta do recado.

Desenho aquarelado em tons de cinza, foi a escolha perfeita para a dramaticidade que pede este tipo de história, e adotar o estilo storyboard (um recurso muito utilizado em cinema) nos closes e enquadramentos , foi algo genial.

Esta Hq agradará todo tipo de leitores, mas principalmente aos profissionais ou estudantes da área de psicologia / psiquiatria / pediatria, com certeza daria uma excelente tese.
Hug



30 comentários:

  1. Nossa sou apaixonada por HQ. Achei esse livro fantastico. Os desenhos são otimos e muito expressivos...só reforça minha certeza de que mtas pessoas jamais deveriam ter filhos. AFFF! Bjkss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. May, concordo contigo, tem gente que não serve pra ter filhos e nem animais.

      Fiquei curiosa em saber que tipo de hqs vc le.

      Hug

      Excluir
    2. Boa, Márcia!
      Ainda farei um vídeo utilizando como exemplo a mãe do "precisamos falar sobre o Kevin", para falar que o instinto materno não existe.
      Só preciso acender uns incensos e cantar uns mantras pra aguentar as críticas negativas rsrsrsrs...

      Excluir
    3. Agna vc vai mexer em vespero,rs

      Boa sorte nesta empreitada.

      Hug

      Excluir
  2. Nossa ... achei a narrativa acima bem curiosa, como já havia comentado nos posts anteriores, nunca li nada desse gênero,mas a cada resenha fico mais curiosa sobre. E confesso q essa ultima me ganhou literalmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isamara, estou ansiosa esperando o dia de vc chegar por aqui e dizer li tal hq e amei. Seria mto bacana.

      Hug

      Excluir
  3. Nossa já fiquei emocionada somente lendo a resenha. Fiquei fascinada pela descrição desse HQ pelos desenhos e a história é tocante demais. Ainda não tinha visto biografia em quadrinhos e isso tb chamou minha atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda tem muita coisa em bio em hq, tu não faz ideia.
      Continue acompanhando nossas resenhas, breve mais uma bio tensa.

      Hug

      Excluir
  4. Marcinha,
    Essa definitivamente me roubou!
    Não sei se tem realmente a ver, mas sua resenha me remeteu a vários personagens de livros diversos que li:
    os autistas, da série Frankenstein de dean Koontz (o humano e o criado)
    o irmãozinho da personagem principal de "Contato Visual" (pelo constraste de bem tratado e mal tratado) e ao menininho de "O Quarto".
    Fiquei muuuuuuuuuuuuuito curiosa pra ver se realmente têm a ver com esses outros personagens que mexeram comigo pela fragilidade que a inocência traz na infância.
    Quero ler... :D
    mas não quero chorar... :((
    É possível?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante Telma, mas só tu lendo pra verificar essas impressões, quer ela no pacote da pombinha?.

      Hug

      Excluir
    2. pacote da pombinha já tá recheado, minha linda!....rs
      mas adoraria que viesse no próximo pacote!
      :-*

      Excluir
  5. Nossa eu lendo essa HQ com certeza iria chorar rios de lágrimas kkkk sou muito derretida. Adorei a resenha.
    Beijocass =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliana, eu tive vontade de esganar os pais desse garoto, senti muita raiva no decorrer da leitura e tristeza também.
      Eu também sou derretida, choro quando algo me toca.

      Hug :D

      Excluir
  6. Respostas
    1. Oi Anna, leia mesmo e muito bacana, só é triste.

      Hug

      Excluir
  7. Só por ser HQ já me conquistou! Pelo visto eu vou ser uma das pessoas que vai chorar até desidratar. Cada dia minha lista de livros para ler aumenta, como isso é possível?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Júlia prepare o lencinho que a coisa aperta mesmo, é uma hq que desperta muitos sentimentos.

      Hug

      Excluir
  8. Caramba, parece uma incrivel produção! Feito na medida certa pra transmitir exatamente o que o autor queria. Acho que se não fosse HQ, não ficaria tão bom e palpável. É por isso que sinto falta de um filme de A menina que roubava livros, outro livro cheio de sentimentos à flor da pele. Preciso ler esse também! Obrgado pela dica e pela resenha :))

    ResponderExcluir
  9. Bem vinda Gabriela, realmente esta Hq é sensacional. Leia, que vc não irá se arrepender.

    Hug :D

    ResponderExcluir
  10. Muito legal, me deixou muito curiosa sobre o livro!
    Mal posso esperar para ler! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viih, leia mesmo, é muito bacana esta história

      Hug

      Excluir
  11. Adorei a sinopse, e bem que gostaria de começar com Hqs mais sérios com ele. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabiela, esta hq é séria até demais, já que é uma biografia do autor. Vale muito a pena, inicie tua leitura por ela.

      Hug

      Excluir
  12. Ei Márcia!!!
    Só agora descobri seu maravilhoso blog!
    Passei os olhos pelos livros e o título desse me chamou a atenção (Por que será, né? Rsrsrss...)e já vai para minha lista de desejados no skoob =)
    Quadrinhos só li "Maus" há um tempão,"Sinal e ruído", "Persépolis" e o comprei o "Palestina", mas ainda não li.
    Acho que seu blog será um incentivo para eu ler mais HQs =D
    Abraços queridos de Minas procê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que surpresa boa ter vc por aqui Agna, seja muito bem vinda no Blog.
      Este blog é da minha amiga queridíssima Telma, ela me convidou para escrever sobre hqs e cá estou eu dando meus pitacos sobre o mundo da nona arte.

      Hug lindona e espero que vc possa descobrir muitas hqs sensacionais e espero que vc tome gosto pela coisa :)

      Excluir
    2. Esse blog é seu também, Cogitare!
      Já falamos sobre isso!
      Tenho dito!
      :p

      Excluir
    3. kkk, sempre me lembro de um epsódio sordido quando este assunto vem a tona :P

      Essa bagaça é nossa, brigada lindona

      Excluir
  13. eu tinha ceerteza de que você ia lembrar!!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    :D

    ResponderExcluir
  14. Sugiro que vcs leiam ou melhor apreciem graphic: the arrival edição importada... não irão se arrepender!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!