04 outubro, 2012

HQ - Solanin



SolaninInio Asano  - L&PM



Estava eu nos meus afazeres cotidianos, e naquele dia específico tinha que marcar uma consulta numa UBS que exigia uma boa caminhada (preciso perder uns quilinhos), então nesse percurso de minha escaldante caminhada forçada, eis que surge uma banca de jornal com os pockets da L&PM expostos, e eu nunca resisto a tentação (livros e hqs são minha kriptonita) de pelo menos parar e olhar (neste caso parar, olhar e comprar os 2 volumes do mangá Solanin), sou maluca pelos pockets desta editora.

Acreditem se quiser, nunca tinha lido mangá, esta é a minha primeira experiencia e gostaria de dividir com vocês.

Curti a ideia da editora conservar a forma de leitura como é feita no Japão e nos países orientais, onde a leitura é realizada da direita para a esquerda (ao contrário). Muito bacana também, o cuidado na tradução, este mangá foi traduzido do original japonês (ponto para L&PM).
 


Solanin é um mangá que aborda o cotidiano de um jovem casal de namorados (Meiko e Taneda), que vivem a  transição da “adolescência”  para a vida adulta, e não sabem muito como interagir com esta nova realidade, e com o tédio da vida pessoal de cada um deles e isso migra para o relacionamento (6 anos como namorados e há 1 ano morando juntos).
Ambos saíram do interior do Japão para morar na metrópole Tóquio, e tem o lance deles odiarem seus empregos, Meiko é auxiliar de escritório e Taneda um ilustrador freelance.

Como coadjuvantes temos seus amigos e banda (Kato - baixista, Billy – baterista, Ai - namorada do Kato), esta banda foi formada na época de faculdade, e mesmo após 2 anos de terem se formado na facul, eles se encontram para ensaiar um vez por semana, como um hobby em princípio.

Gostei muito dos traços de Inio Isano, os cenários são muito complexos (fiquei imaginando se ele fotografa e depois reproduz, como o fabuloso Alex Ross da Hq “Reino do Amanhã” - Marvel).



Ainda sobre o desenho, como uma boa amante de música e do instrumento musical (guitarra), amei ver o tipo de guita do Taneda , curiosamente a mesma que o Kurt Cobain (Nirvana) usava, uma Fender Mustang, e  sem contar com os vários pedais Boss e amplificador Marshal, engraçado o autor manteve os nomes  verdadeiros destes produtos (Oia o processo ai seu Asano).

Este mangá tem um tom reflexivo e intimista, seu Asano leva as questões pessoais da personagem Meiko a uma tensão absurda (exagera propositadamente, ou seria a pressão da cultura japonesa?), e você fica sufocado durante a leitura, e isso é tão maluco, que todos os personagens são alcançados em algum momento e em algum grau por estas indagações existenciais (felicidade, sonho, tempo, liberdade...). Mas nem só de drama se faz este mangá, temos algumas cenas engraçadas, penso que seja um recurso para aliviar a tensão da história.
É um mangá que você consegue se identificar facilmente, como diria o grande  Nelson Rodrigues - é  “A vida como ela é”.

Uma curiosidade, assim como no filme “O Poderoso Chefão”, quando a laranja (fruta) aparecia no filme, pode esperar que vai dar merda, em Solanin também temos um objeto que faz esta função na drama (coloca essa massa cinzenta pra funcionar meu camarada, porque aqui não tem spoiler não, rs).

Ah, tome cuidado com os flashbacks, pode acontecer de dar uma embolada se você estiver meio distraído na leitura.

Descobri que existe uma adaptação cinematográfica de 2010, dirigido por Miki Takahiro e com roteiro do próprio Inio Asano.

Indico Solanin para aqueles que possuem uma alma forte , um espírito musical e uma cabeça pensante, e acima de tudo, que desejam encontrar seu lugar e sua voz mundo.



26 comentários:

  1. uh-huuuuuuuuuuuuuuuuu
    Excelente resenha, Marcinha!
    Senti que foi indicada pra mim, assim como sei que outras pessoas se identificarão e sentirão que foi indicada para elas.
    :D
    Maravilhosa! (você e a resenha! :P)

    ResponderExcluir
  2. :-bd Obrigada Telma, vc sempre enchendo minha bola :D

    Ler Solanin foi uma experiencia bem diferente pra mim, gosto de tentar coisas novas, principalmente agora que tenho este espaço pra dizer tudo o que penso sobre alguma história quadrinística, tô adorando isso \m/.

    Hug lindona

    ResponderExcluir
  3. Resenha ótima,ainda não li o livro mas quero lê-lo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigada Gaby :D

      Leia mesmo, tenho certeza que vc irá curtir.

      Hug

      Excluir
  4. Que ótimo post! Adorei o jeito como caracterizou o mangá!
    E que isso de perder uns kilinhos? Você, com todo o respeito, é linda Marcia! :-bd
    (estou lutando para conseguir colocar emotions no meu blog mas estou perdendo a luta, será que pode me dar alguma dica?)

    Um grande abraço pra você e pra Telma!
    www.blogumjovemleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinicios,
      pode ter certeza de que seu blog terá emoticons no comments.
      Te ajudo com prazer.
      manda um e-mail pra mim (acho que já não tenho mais o seu) que eu te passo as dicas por lá.
      abração!
      :)

      Excluir
    2. Ah Telma! Como vou agradecer? Muito obrigado! Brigadão mesmo :-bd
      Eu estava pensando, quer fazer parceria com o "Um Jovem Leitor"?
      Adorei os emoticons!
      Um grande abraço!
      www.blogumjovemleitor.blogspot.com.br

      Excluir
    3. Vinicios, obrigada pelo elogio, vc é um lindão também :D

      Leia Solanin, é muito bacana, vc irá gostar.

      Hug

      Excluir
    4. Vinicios,
      vai ser um prazer fazer parceria com você!
      Temos nos frequentados e já sabemos que temos mais do que o amor pelos livros em comum.
      Vou já acrescentar seu blog entre os parceiros e vamos planejar uma promoção já já!
      ;)

      Excluir
    5. Que bom que aceitou :D
      Você vai poder achar o meu banner aqui: http://blogumjovemleitor.blogspot.com.br/p/link-me.html

      Um forte abraço!
      www.blogumjovemleitor.blogspot.com.br
      ;)

      Excluir
    6. já coloquei!
      Eu tava procurando na página da frente... *loirinha*... hehe :D

      Excluir
  5. Woo, me parece interessante, muito boa a resenha, deu uma grande vontade de lê-lo, vou até procurar, hsuahsuahsa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resenha de Marcinha, sempre me deixa salivando pelos livros...
      :p

      Excluir
    2. Oi Telma, que bom que deixo vocês neste estado,kkk.
      Quando quiser emprestado este mangá, só dar um toque :D

      Excluir
  6. idem² - tbm são minha criptonita.
    este não conheço mas fiquei com muita vontade! vou procurar.
    valeu a dica!

    ResponderExcluir
  7. Ah, lá na Terra do Sol Nascente eles costumam transformar bons mangás em filmes, novelas... geralmente são muito comoventes (de se debulhar em lágrimas, mesmo. Ou será que sou eu que sou manteiga derretida demais???)

    Boa sugestão! Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
  8. Ótima resenha. Tô com muita vontade de ler agora! ;D

    ResponderExcluir
  9. A resenha ficou perfeita *-*
    Fiquei até com vontade de ler, amo mangás *o*

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha, gosto muito de mangá e anime.

    ResponderExcluir
  11. Gosto de mangás, mas nunca tinha ouvido falar deste.
    Parece interessante!
    Nem sabia q a L&PM publicava mangás...

    ResponderExcluir
  12. Parece ser bem diferente,gostei da resenha.Adoroe mangás.Depois vou ler

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse mangá, mas fiquei com vontade de ler... E outro mangá muito bom também é Nana c:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, sabe que este foi o primeiro mangá que li. Mesmo gostando muito da cultura japonesa, nunca fui de ler mangás, mas agora tenho tentado mudar isso, estou lendo Gen - pés descalços, você já leu este?.

      Nana, já vi mas não li, do que se trata?.

      Beijocas

      Excluir
  14. Respostas
    1. Que bom que tenha gostado. Continue nos acompanhando.

      Hug

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!