14 junho, 2013

Resenha - Rio 2054




Rio 2054 – Os Filhos da Revolução – Jorge Lourenço


Antes de qualquer coisa, quero “dizer” em alto e bom tom que ESTE FOI UM DOS MELHORES LIVROS DE LI EM 2013.

Há tempos eu não sentia aquela agonia eletrizante que senti tempos atrás. Há uma densidade quase palpável na narrativa... fez-me lembrar demais de Mad Max, Waterworld, Blade Runner, O Vingador do Futuro e o Exterminador do Futuro (dentre outros), assim como me remeteu aos livros de André Vianco cujas histórias se passavam em  cidades brasileiras. Jorge Lourenço ambienta no Rio de Janeiro, com uma escrita impecável! Isso eu preciso citar novamente: A escrita, as sacadas, o Português de Jorge é impecável!!!  Fiquei realmente impressionada.... e para me impressionar com a Língua Portuguesa, o cara precisa ser BOM! Ele é! Até quando alguns personagens (ou algumas personagens pra dizer em Português perfeito) falam “errado” (linguagem coloquial, como verão no trecho abaixo), Jorge demonstra sua intimidade com a Língua. *batendo palmas*

Narra como quem conta o que viu ou o que viveu. Eu cri.

Os personagens são críveis. As cenas são de pura adrenalina. A ação corre solte à cada página.
O Rio, dividido em duas categorias: poucos com muito e muitos com quase nada, resultado do pós-guerra. É nesse contexto que Miguel (uma de minhas personagens favoritas) encaixa-se. Ele recolhe nos escombros, restos de peças e revende-as para um amigo que tem  alto conhecimento tecnológico e lida com inteligência artificial... (aqui fui remetida  a Dean Koontz, na trilogia Frankenstein).

Várias personagens me impressionaram e “causaram” no livro. Um exemplo disso é Angra.
Vejam um pouco dela neste trecho da página 38.


“ Todas as pessoas que enfrentaram Angra dizem que ela tem “poderes”, que é uma bruxa. Ela é muito habilidosa, tanto na moto quanto a pé, mas não é lá muito forte. Mas as coisas que ela faz... ninguém consegue explicar direito – disse, quando olhou pela primeira vez para Miguel. Naquele momento, não havia máscara de falsa coragem, e sim apreensão.

 _ Que tipo de coisa?

 _ O tanque de gasolina de um conhecido meu que enfrentou ela arrebentou do nada. Por causa disso, a moto acabou pegando fogo. Na luta com outra gangue, que é quase tão forte quanto nós ou os Caçadores, dizem que chegaram a derrubá-la da moto, achavam até que tinham vencido. Mas ela fez o cara voar sem tocá-lo.”


Na hora pensei: “pronto... eis a personagem que vou odiar!”... mas não sei... isso não aconteceu. Cheguei a sentir empatia e raiva... enfim... conflito de sentimentos dentro de mim, tão grande quanto os conflitos causados pelo caos no Rio de Janeiro, em 2054.

Do outro lado da cidade temos “Luzes”, onde vivem os abastados, com Shopping Centers e tudo o que a grana pode comprar em termos de tecnologia e demais itens para se viver com conforto. Pouco se importam se próximo (não o suficiente) a eles, vivem pessoas na miséria.

Miguel observa os dois lados... está inserido nos dois contextos (você vai saber como) e define em frase um sentimento tão meu (e talvez tão seu...)
              

“Como a humanidade é mesquinha”, pensou. “Conseguimos viver nossa ilusão de segurança normalmente enquanto tem gente passando fome bem ao nosso lado. Atribuímos o bem-estar ao nosso trabalho, ao merecimento ou até à sorte. E não abrimos mão disso.”


Termino com uma frase de Angra (de quem fui tornando-me amiga de modo bem devagar, ao longo do livro).


 “_ Essa cidade, assim como tantas do mundo inteiro, sempre foi partida. A diferença é que aqui, as fronteiras são mais visíveis. Toda cidade é permeada por níveis de exclusão. A Indiferença é inata a qualquer sociedade humana. “


Reconhece-se aqui?

Pois é... 2054 nunca esteve tão perto da realidade e tão longe do que imaginamos viver. Para experimentar essa adrenalina toda... essa poesia toda, sugiro que adquira o livro com máxima urgência!

Não resisti e tenho que colocar um trechinho romântico:


“- A decisão do primeiro beijo é a mais crucial de qualquer história de amor. – disse a androide.”


Recomendo veementemente!



Clique no logo se quiser ver essa resenha no

28 comentários:

  1. Estou encantada com a sua resenha. Rio 2054 me parece ser o tipo de livro que você precisa ler para opinar. Não quero tirar conclusões precipitadas, mas, acho que vou amar.
    Beijos Telma *---*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa vez eu posso afimar com toda a certeza de que você IRÁ amar, Mylla!
      beijo carinhoso
      :D

      Excluir
  2. Concordo a MyllaB 2054 parece ser um tipo de livro que temos que ler para opinar, mas qualquer coisa temos que experimentar, conhecer para opinar. Mas como sempre, as resenhas do blog sempre me fazem conhecer novos livros nacionais, essa nova leva de autores brasileiros que tem que batalhar bastante para publicar e vender, e fazer as pessoas conhecerem os seus livros. Estou muito curioso para ler essa - pelo o que me parece ser - distopia carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo com você, Oscar! Essa nova safra de autores brasileiros vieram pra mostrar que nossa gente tem encanto, tem poesia e tem força!
      Tô adorando os livros que tenho lidos dos nossos brasileirinhos!
      Esse é um dos que vou reler futuramente.
      Abração em você
      :)

      Excluir
  3. HUmm ... Resenha incrível,parece realmente ser um livro inteligente, vai entrar na fila ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bem inteligente, mesmo Isa.
      Tenho certeza de que você vai se amarrar!
      :p

      Excluir
  4. Acho que a história fica ainda melhor quando se passa em um ambiente próximo de nós, onde estamos familiarizado.. E se ainda depois disso for colocado um pouco de fantasia, aí sim, não tem como ficar melhor. Esse já entrou para a minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  5. PS: Telma, você está fantástica na foto do banner. Dá uma ótima garota propaganda! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
      Valeu, Mallu Linda Marinho!!!!
      :))

      Excluir
  6. Gente que perfeito. Agora quero esse livro de presente... kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahaha
      é um excelente presente, sem dúvida!!!
      ;)

      Excluir
  7. Sim sim, preciso ler esse livro! Li uma sinopse dele há algum tempo e achei que seria um daqueles. Dá até medo da expectativa. E só de ser nacional, com um título fortíssimo e um tema que curto demais, já vale a ansiedade. :)


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camilla,
      desta vez acho que sua expectativa, ainda sendo bem alta, vai ser alcançada!
      Super beijo
      :)

      Excluir
  8. Super interessante esse livro, é a primeira vez que vejo e gostei. Parece ser um boa trama, bem gostosa de ler. E o tema é um que chama atenção de cara, vale a pena conferir pelo visto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale sim, Cris.
      Se tiver oportunidade de conferir, nos deixe saber o que achou.
      beijoconas
      ;)

      Excluir
  9. Nossa parece que vc curtiu mesmo o livro hein? Normalmente não vejo tantos elogios com livros brasileiros, pq eu não sei, pq eu confesso que leio mto pouco eles...Vou dar uma espiada qd tiver oportunidade =D

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  10. Este livro é o que mais quero ler.Adoro o estilo do autor e a capa do livro é linda.A história do livro me conquistou.Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Telma! Obrigado pela excelente resenha! Além de todos os elogios, o que me deixa mais feliz é que você notou a minha preocupação com os diálogos. Infelizemente, a maioria dos diálogos de livros nacionais que vejo hoje - claro, com exceções - é muito artificial. Não parecem pessoas falando.

    Enquanto escrevia Rio 2054, eu "ensaiava" os diálogos comigo mesmo, falando sozinho no quarto e interpretando cada personagem para que as falas no livro saíssem mais naturais possíveis.

    Aliás, sua resenha veio num bom momento. Todos esses protestos que estão rolando pelo Brasil me lembram muito o clima de revolução da reta final do Rio 2054!

    Viva a revolução!!!

    ResponderExcluir
  12. Pela sinopse já tinha me interessado pelo livro, agora a resenha me conquistou de vez. Realmente é uma leitura super interessante.
    Telma adorei a imagem, show :)

    ResponderExcluir
  13. Hey, Telma!
    Já disse por aqui que meu interesse por Rio 2054 é enorme. Sua sinopse já me deixa todo encantado e saber que esse é um dos melhores livros que você já leu me deixa mais esperançoso ainda para uma leitura toda cheia de ação e mistério.
    Quero muito ler!

    Beijos!
    Um Jovem Leitor

    ResponderExcluir
  14. Ja havia visto esse livro, e fiquei louco para ler haha'
    Adorei a resenha, parabens!

    Abraços, Gustavo
    http://blogjovensleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nossa, me surpreendi agora. Tenho que confessar que não tenho colocado muita fé na literatura nacional ultimamente (salvo as publicações do Luís Fernando Veríssimo, das quais sou leitor cativo). Sem sombra de dúvida, a partir de agora, Rio 2054 está na minha lista de leitura, e em breve, estará nas minhas mãos!!!

    ResponderExcluir
  16. Eu não sabia da existência desse livro até dar uma olhada profunda no blog ~~condenada pela própria pátria~~. Mas agora que sei, esse livro está no skoob, na listinha dos vou ler urgentemente e no precioso "desejo agora".
    Não tenho o costume de ler muitos livros brasileiros,comecei faz pouco tempo e confesso, pensei que me decepcionaria, mas não. Foi um tremendo choque quando peguei alguns autores e me derrubei de cara nos livros. A experiência não deixou a desejar!
    Lerei Rio com todo prazer, ainda mais por saber que aborda esse lado épico e complexo, revolucionário do Brasil.
    Preciso urgentemente. O último quote, de amor, foi perfeito.
    Quero esse livro agora!

    ResponderExcluir
  17. CARA ESSE ´LIVRO DEVE SER OTIMO.Com certeza vou ler

    ResponderExcluir
  18. Fiquei bem curiosa para ler.
    Não conhecia esse livro e pode ter certeza que entrou na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  19. Li e corri para participar da promoção enquanto era tempo hahaha
    Nossa, não tinha lido uma resenha sobre esse livro, não tinha me interessado muito pela aparência, e confesso que eu tenho ainda um certo preconceito com autores brasileiros... Mas já que você falou que a história é criativa, muito bem escrita e envolvente, me senti tentada a ler.
    Parabéns pela resenha! (:

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Sua resenha me despertou profunda curiosidade. Adorei. Assim que puder irei devorar este livro! :)
    Não estou acostumada a ler livros de escritores brasileiros, mas tenho quase certeza que vou amar esse.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Vai ser muito bom saber o que você achou dessa postagem!
Opine!